Course Hero Logo

Classico adaptado - Ernest Hemingway - O velho e o Mar.doc...

Course Hero uses AI to attempt to automatically extract content from documents to surface to you and others so you can study better, e.g., in search results, to enrich docs, and more. This preview shows page 1 - 5 out of 96 pages.

O Velho e o MarErnest HemingwayTradução:Fernando de Castro FerroTítulo original: The Old Man and the Sea
ApresentaçãoO pescador que amava os seres do marEle era um velho que pescava sozinho, em seu pequeno barco. Saía decasa ainda no escuro e, quando o sol nascia, já estava muito, muito longe, em alto-mar. Tirava seu sustento da pesca. Era só o que sabia fazer.Um dia, um enorme espadarte mordeu sua isca. E o peixe se debatia,puxava, resistia. Era maior do que o barco. Na verdade, o maior peixe que ele já vira— e já pescara peixes de mais de trezentos quilos. Começou então a batalha, queduraria dias e noites.É essa a história de “O velho e o mar”, um dos livros mais lidos, eminúmeros idiomas, em todo o mundo. Milhões e milhões de pessoas tiveram asemoções que você, agora, vai poder experimentar. Por este livro, o autor, ErnestHemingway, ganhou, em 1954, o Nobel de Literatura, o mais importante prêmioliterário internacional.Esta coleção — Literatura em Minha Casa — tem como tema os animais.De fato, toda garota e todo garoto, provavelmente mais do que a maioria dosadultos, sabem e sentem que os animais, presentes em tantas histórias imortais, sãonossos grandes companheiros de aventuras. São parte do tesouro de vida da Terra...E do mar...O velho amava o mar e as suas criaturas. Entre elas, nunca se sentiasozinho. Do barco, tinha vezes que avistava um bando de andorinhas-do-mar, comsuas enormes asas pretas. Elas voavam fazendo círculos no céu. Quando via as
aves, tinha certeza de que haviam enxergado peixes nadando logo ali abaixo. Daí,remava, conduzindo o barco até aquele ponto. Então — às vezes, também —, umbando de peixes-voadores desesperados saltava da água. E com isso o velhoadivinhava que, lá no fundo, havia um cardume de dourados — e dos grandes —,caçando, como sempre, os peixes-voadores.Havia dias, ainda, em que o mar parecia coberto de águas-vivas, bichosesquisitos, que nem bolhas gelatinosas e transparentes. O velho as achava muitotraiçoeiras, porque quase não dava para vê-las, boiando na água, e elas provocavamdolorosas queimaduras, quando encostavam na pele. Por isso, torcia pelas enormestartarugas-marinhas, com suas grossas carapaças amarelas, quando vinham comeras águas-vivas.Então, o espadarte morde o anzol, e uma tristeza imensa vai tomando Contado pescador. Ele era um velho, já quase morto de exaustão, tentando arrancar daágua seu ganha-pão. E o peixe era a maior e a mais linda das criaturas queconhecera no mar. Esta é a história da inacreditável luta que travaram. Uma luta queninguém mais presenciou, mas que você vai acompanhar, página a página, nestelivro.Luiz Antonio AguiarO Velho e o Mar
Ele era um velho que pescava sozinho em seu barco, na “Gulf Stream”.Havia oitenta e quatro dias que não apanhava nenhum peixe. Nos primeirosquarenta, levara em sua companhia um garoto para auxiliá-lo.Depois disso, os pais do garoto, convencidos de que o velho se tornara“salao”, isto é, um azarento da pior espécie, puseram o filho para trabalhar noutro

Upload your study docs or become a

Course Hero member to access this document

Upload your study docs or become a

Course Hero member to access this document

End of preview. Want to read all 96 pages?

Upload your study docs or become a

Course Hero member to access this document

Term
Spring
Professor
N/A
Tags
The Old Man and the Sea, Aves, Pesca, Peixe, Tubar o, O Velho e o Mar

Newly uploaded documents

Show More

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture