Pensamento_poli­tico-pedagogico_de_Paulo_Freire

Pensamento_poli­tico-pedagogico_de_Paulo_Freire - A...

Info iconThis preview shows pages 1–3. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
A progressão do pensamento político-pedagógico de Paulo Freire * Afonso Celso Scocuglia ** 323 A constituição do pensamento político-pedagógico de Paulo Freire tem como lócus principal o Brasil e a América Latina da década de 1960 e, a partir dos anos 70, chega à África e dissemina-se por todo o mundo, influenciando inclusive países da Europa e da América do Norte. Essa disseminação teve como ponto de partida e referência fundamental o livro Pedagogia do Oprimido, embora aos poucos os estudiosos deste pensamento fossem descobrindo sua magnitude, sua complexidade e sua heterogeneidade. No entanto, a descoberta dessas características não impediu que se mapeasse temas nucleares do pensamento freireano - cujo movimento dialético foi vincado por um fio condutor teórico-metodológico permanente expresso no binômio educação-política. Compreender os pontos nodais da progressão deste pensamento complexo: eis o que buscamos a seguir. Neste sentido, investigamos o seu discurso partindo de uma síntese da sua construção inicial, demarcamos a importância estrutural do livro Pedagogia do Oprimido enquanto núcleo irradiador da sua virada marxista (e gramsciana) que desemboca nos “escritos africanos” - nos quais destaca-se a relação educação-trabalho. Essas mudanças identificam a tensão permanente entre suas preocupações psico-pedagógicas (relativas ao cotidiano das relações educador-educando, inclusive escolares) e sua essência político-pedagógica (como marca estrutural). * Este trabalho é uma reelaboração das teses contidas no nosso livro A história das idéias de Paulo Freire e a atual crise de paradigmas (Editora Universitária – UFPB) 1999 (2ª edição). ** Docente e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPB.
Background image of page 1

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full DocumentRight Arrow Icon
Paulo Freire y la agenda de la educación latinoamericana en el siglo XXI Uma breve síntese introdutória Para uma breve síntese da primeira etapa da construção do pensamento de Paulo Freire levamos em consideração três dos seus escritos mais representativos: Educação e atualidade brasileira (1959), Educação como prática da liberdade (1984a) e Conscientização (1980a). No interior desta primeira etapa, notamos as mudanças dos conceitos e da rede de relações que envolvem o binômio educação- política. De partida, enfatizamos a visão da sociedade brasileira – dos anos 50 e 60 – “em trânsito para a modernização” e um posicionamento implícito na disputa pelo poder político entre as forças agro-comercial e urbano-industrial (em favor da segunda), frações hegemônicas das classes dirigentes. A problemática da difusão de uma “ideologia da consciência nacional” ganha destaque quando Freire diz que “é preciso é aumentar o grau de consciência (do povo) dos problemas de seu tempo e de seu espaço. É (preciso) dar-lhe uma ideologia do desenvolvimento” (1959:28).
Background image of page 2
Image of page 3
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Page1 / 26

Pensamento_poli­tico-pedagogico_de_Paulo_Freire - A...

This preview shows document pages 1 - 3. Sign up to view the full document.

View Full Document Right Arrow Icon
Ask a homework question - tutors are online