ATCC TIAGO COSTA KUCHENBECKER_FINAL_Revisado Orlando.docx - Dimensionamento do Motor Ciclo Otto para Garantia de sua Eficincia ao substituir Etanol de

ATCC TIAGO COSTA KUCHENBECKER_FINAL_Revisado Orlando.docx -...

This preview shows page 1 - 3 out of 10 pages.

Dimensionamento do Motor Ciclo Otto para Garantia de sua Eficiência ao substituir Etanol de Cana de Açúcar pelo Etanol de Milho Tiago Costa Kuchenbecker ([email protected]) Me. Orlando Gama da Silva Junior Dra. Carla Júlio da Silveira Brizon Coordenação de curso de Engenharia Mecânica Resumo – O presente trabalho visa apresentar uma analise comparativa entre as eficiências do etanol de milho e cana-de-açúcar em um motor automotivo, e posteriormente simular através dos cálculos, a eficiência do biocombustível de etanol de milho em um motor de combustão interna de um automóvel Fiat Palio Essence 1.6 16VE.TorQ. Com o objetivo de se manter a eficiência do etanol de milho, será proposto o redimensionamento do motor para equiparação de suas eficiências. I. I NTRODUÇÃO Um dos problemas por que passa a sociedade moderna, é ligado à dependência energética, ou pelo preço dos combustíveis fósseis ou pelo agravamento das emissões de gases poluentes. Esses fatores impulsionam a constante pesquisa por combustíveis alternativos aos oriundos de fontes fósseis [1]. O etanol é um álcool composto por uma única molécula, C 2 H 5 OH, e é disposto como um combustível ecologicamente correto, já que a cultura de sua matéria-prima reduz a quantidade de CO 2 no meio ambiente através da fotossíntese. No Brasil, a quantidade consumida em etanol vem crescendo cada dia mais. Entre os anos de 2012 e 2013 o consumo teve um aumento de 9,5%, passando de 9,8 bilhões de litros, para 10,7 [2]. A produção de etanol pode ser feita a partir do milho, cana-de-açúcar, sorgo, beterraba, batata, mandioca, dentre outras novas culturas, contudo, o biocombustível que tem a cana-de-açúcar e o milho como matéria-prima tem maior evidência, já que são os de maiores demandas no mundo [3]. Tanto o milho quanto a cana de açúcarsão muito criticados por essa monocultura para a manufatura do biocombustível. Tais críticas são contestadas, pois segundo o Canal do Jornal Bioenergia, apenas 20% do milho dos EUA são destinados à indústria sucro energética. Não se distanciando muito, o Brasil também usa apenas parte da cana-de-açúcar para a fabricação do etanol [3]. Desde os anos 1970, quando foi fundado o Programa Nacional do Álcool, o etanol obteve um disparo, e acabou se tornando uma fonte importante de energia para o país. Atualmente, o etanol produzido no Brasil a partir da cana-de-açúcar tem o custo de produção com maior rendimento em litros por hectare, e menor custo de produção [4]. O setor de transporte é visto como o mais prejudicado diante das crises do mercado de petróleo, uma alternativa são os biocombustíveis, que são vetores energéticos com origem de uma biomassa. Sua conversão é feita através de
Image of page 1
processos químicos, físicos e/ou biológicos, a partir da matéria prima original, sendo eles resíduos de processos industriais, agrícolas, cultivos florestais e agrícolas, etc. Com isso, a fabricação de biocombustíveis para a substituição dos
Image of page 2
Image of page 3

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 10 pages?

  • Winter '16

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

Stuck? We have tutors online 24/7 who can help you get unstuck.
A+ icon
Ask Expert Tutors You can ask You can ask You can ask (will expire )
Answers in as fast as 15 minutes