Tópico02_ProspectTheory_Parte1.pdf - Teoria do Prospecto...

This preview shows page 1 - 9 out of 43 pages.

Teoria do P ros p ecto T ópico 2 José Luiz Barros Fernand es F in a n ¸c a s C o m p o r t a m e n t a is Referência: Prof. Pablo Salgad o
Image of page 1
Finan¸ cas Comportamentais Revis ˜ ao e Motiva¸c ˜ ao T eorias cla ´ ssicas n ˜ ao explicam satisfatoriamente os fenômenos financeiros. H ´ a evid ˆ encias de que HMEnem s empre vale. Um grupo de pesquisadores continua ap rimorando os modelos r acionais . Outro grupo seguiu caminho diferente, o das fi nanc¸as c omportamentais . Modelos xRealidade : Quem está errado? F in a n ¸c a s C o m p o r t a m e n t a is
Image of page 2
Finan¸ cas Comportamentais Introdução Segundo as financ¸as comportamentais, p recos nem sempre r efletem os fundamentos . Adota duas premissas b ´ asicas: A lguns agentes saão irracionais: Formam crenças enviesadas. Após a chegada de informação nova, a gentes não atualizam suas crenças de forma racional. A gen t es v iolam o p r escr it o p ela m a x i m i z a ç ã o d e u t ilid ad e esp er ad a. A rbitragem ´ e limitada: Caso contra ´ rio, grupo racional arbitraria prec¸os que se deslocam do valor fundamental de um ativo (pr ´ oximotópico). Irracionalidade de alguns + limita¸c ˜ oes `a arbitragem desalinhamentos de pre¸cos podem persistir. F in a n ¸c a s C o m p o r t a m e n t a is
Image of page 3
Finan¸ cas Comportamentais Introdução Teoria da Decis ˜ ao (Prospecto) Irracionalidade Crenc¸as (V ieses ) Finan¸ cas Comportamentais Limita¸ c ˜ oes `a Arbitragem Forma¸ c ˜ ao Atualiza¸ c ˜ ao F in a n ¸c a s C o m p o r t a m e n t a is
Image of page 4