SIC - Resulm\u00e3o Revalida - Ginecolog\u00eda-Obstetr\u00edcia - 2017.pdf - GINECOLOGIA E OBSTETR\u00edCIA ginecologia e obstetr\u00edcia 1 257 Fisiologia menstrual 1

SIC - Resulmão Revalida - Ginecología-Obstetrícia - 2017.pdf

This preview shows page 1 - 4 out of 144 pages.

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA
Image of page 1
GINECOLOGIA E OBSTETRíCIA 257 1 Fisiologia menstrual 1. Eixo hipotalâmico-hipofisário-ovariano e esteroidogênese ovariana ͳ O ciclo menstrual pode ser dividido em esteroidogênese ovariana, ciclo menstrual propria- mente dito, ciclo endometrial e muco cervical; ͳ A molécula-chave para a produção dos hormônios esteroides nos ovários e nas suprarrenais é o colesterol, principalmente o colesterol LDL; ͳ Nas suprarrenais, o colesterol é transformado em androgênios: androstenediona e sulfato de deidroepiandrosterona (SDHEA). Nos ovários, a esteroidogênese acontece em diferentes camadas do órgão (teca interna e granulosa), com produção de estrogênios e progesterona; ͳ Os folículos ovarianos contêm 2 camadas funcionais envolvidas na esteroidogênese: a teca interna, com receptores para o hormônio luteinizante (LH), e a camada granulosa, com re- ceptores para o hormônio folículo-estimulante (FSH); ͳ O FSH e o LH são hormônios se- cretados pela hipófise sob o estí- mulo do GnRH, que é liberado pelo hipotálamo de maneira pulsátil (1 pulso a cada 90 minutos na fase folicular e a cada 220 minutos na fase lútea), ou seja, o que muda é o padrão de pulsatilidade na secre- ção. Durante a 1ª e a 2ª fases do ciclo menstrual, diversos fatores estimulam a secreção do GnRH: noradrenalina, histamina, aminoá- cidos, neuropeptídios, adenosina, substância P, óxido nítrico e os próprios esteroides ovarianos; ͳ Teoria das 2 células–2 gonadotro- finas: o LH encontra um receptor na membrana celular da célula da teca interna e estimula a transfor- mação de colesterol em androste- Figura 1 - Teoria das 2 células nediona e testosterona. Por difusão, esses androgênios atingem a camada granulosa. O FSH liga-se ao seu receptor específico e estimula a aromatase, possibilitando a transformação dos androgênios em estrogênios: a androstenediona se transforma em estrona, e a testos- terona, em estradiol.
Image of page 2
258 REVALIDA SIC Resumão 2. Ciclo menstrual propriamente dito ͳ O ciclo menstrual normal começa no 1º dia de sangramento menstrual e tem duração média de 25 a 35 dias; ͳ Na ausência de fecundação, ocorre a degeneração do corpo lúteo, levando à diminuição da produção de estrogênios e progesterona. Essa diminuição provoca a parada na inibição da secreção de FSH e, consequentemente, o hormônio aumenta; ͳ O aumento progressivo do FSH dá início ao processo de recrutamento folicular, que se desenvolverá até as fases pré-antral e antral, secretando quantidades progressivamente maiores de estradiol. Um desses folículos será o dominante; ͳ Os fatores determinantes da dominância folicular são o maior número de receptores para FSH em sua membrana celular e fluxo sanguíneo preferencial. O folículo dominante inibe o crescimento dos outros folículos pela secreção de inibina B e produz quantidades crescentes de estradiol; a quantidade de estradiol no líquido folicular determinará o folículo dominante; ͳ
Image of page 3
Image of page 4

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 144 pages?

  • Spring '19
  • Ovario, Endometrio, gravidez, Menstruação, Prolactina

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture