Aula27.pdf - Comportamento óptico de sólidos Aula 27...

This preview shows page 1 - 7 out of 18 pages.

Comportamento óptico de sólidos Aula 27 03/12/2014
Image of page 1

Subscribe to view the full document.

Comportamento óptico absorção ___________________________________________________________________________________________________________________ Absorção (Callister) No estudo da absorção é mais conveniente considerar a interpretação quântica da radiação eletromagnética como sendo um feixe de partículas os fótons . A energia de um fóton pertencente a um feixe de radiação eletromagnética de frequência ? é: 𝜀 = ℎ? Onde ℎ = 6,63 × 10 −34 J. s = 4,13 × 10 −15 eV. s é a constante de Planck. Quando um feixe de radiação eletromagnética incide sobre um material, os fótons do feixe podem ser absorvidos pelos átomos do material através de transições de elétrons promovidos da banda de valência para a banda de condução do material. algum nível desocupado da banda de condução E f último nível ocupado da banda de valência E i
Image of page 2
algum nível desocupado da banda de condução E f último nível ocupado da banda de valência E i Comportamento óptico absorção ___________________________________________________________________________________________________________________ Absorção (Callister) No estudo da absorção é mais conveniente considerar a interpretação quântica da radiação eletromagnética como sendo um feixe de partículas os fótons . A energia de um fóton pertencente a um feixe de radiação eletromagnética de frequência ? é: 𝜀 = ℎ? Onde ℎ = 6,63 × 10 −34 J. s = 4,13 × 10 −15 eV. s é a constante de Planck. Quando um feixe de radiação eletromagnética incide sobre um material, os fótons do feixe podem ser absorvidos pelos átomos do material através de transições de elétrons promovidos da banda de valência para a banda de condução do material.
Image of page 3

Subscribe to view the full document.

Comportamento óptico absorção ___________________________________________________________________________________________________________________ Uma dada transição eletrônica ocorre pela absorção de um único fóton. Logo, a energia do fóton absorvido deve se igualar exatamente à variação da energia (em módulo) envolvida na transição: ∆𝐸 = 𝜀 𝐸 ? − 𝐸 𝑖 = ℎ? algum nível desocupado da banda de condução E f último nível ocupado da banda de valência E i
Image of page 4
Comportamento óptico absorção ___________________________________________________________________________________________________________________ Rapidamente o elétron excitado sofre um decaimento de volta para seu estado fundamental de menor energia. O elétron pode decair direto para o estado fundamental, emitindo um fóton de frequência igual à do fóton absorvido; ou em etapas, passando por níveis intermediários entre os níveis inicial e final e emitindo fótons de menor frequência ou outras excitações como fônons. Emissão de um fóton de mesma frequência: E i E f
Image of page 5

Subscribe to view the full document.

Comportamento óptico absorção ___________________________________________________________________________________________________________________ Rapidamente o elétron excitado sofre um decaimento de volta para seu estado fundamental de menor energia. O elétron pode decair direto para o estado fundamental, emitindo um fóton de frequência igual à do fóton absorvido; ou em etapas, passando por níveis intermediários entre os níveis inicial e final e emitindo fótons de menor frequência ou outras excitações como fônons.
Image of page 6
Image of page 7
  • Summer '19
  • Britto
  • Constante de Planck, frequência, raios X, ELÉTRON, radiação eletromagnética, Semicondutor

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern