Redondilhas - Camu00f5es.pdf - Redondilhas de Luu00eds de...

This preview shows page 1 - 3 out of 100 pages.

Redondilhas , de Luís de Camões Texto-base: CAMÕES, Luís Vaz de. Os Lusíadas de Luís Camões. Direção Literária Dr. Álvaro Júlio da Costa Pimpão. Texto proveniente de: A Biblioteca Virtual do Estudante Brasileiro <; A Escola do Futuro da Universidade de São Paulo Permitido o uso apenas para fins educacionais. Texto-base digitalizado por: FCCN - Fundação para a Computação Científica Nacional () IBL - Instituto da Biblioteca Nacional e do Livro () Disponível em: Agradecimentos especiais à Dra. Maria Teresa Perdigão Costa Bettencourt d'Ávila , herdeira do Dr. Álvaro Júlio da Costa Pimpão (responsável pela direção literária da obra-base), que gentilmente autorizou-nos a publicação desta obra. Este material pode ser redistribuído livremente, desde que não seja alterado, e que as informações acima sejam mantidas. Para maiores informações, escreva para <[email protected]>. Estamos em busca de patrocinadores e voluntários para nos ajudar a manter este projeto. Se você quiser ajudar de alguma forma, mande um e-mail para <[email protected]> ou <[email protected]>. REDONDILHAS Luís de Camões Amor cuja providência (1595 - redondilha 038) Amor que em meu pensamento (1595 - redondilha 032) Ana quisestes que fosse (1668 - redondilha 033) Aquela cativa (1595 - redondilha 106) Aquele rosto que traz (1595 - redondilha 062) A verdura amena (1598 redondilha 014) Baixos e honestos andais (1595 - redondilha 081) Campo, que te estendes (1598 - redondilha 011) Campos cheios de prazer (1595 - redondilha 051) Caterina é mais fermosa (1595 - redondilha 060) Cinco galinhas e meia (1616 - redondilha 101) Conde, cujo ilustre peito (1595 - redondilha 112) Corre sem vela e sem leme (1595 - redondilha 117) Costumadas artes sao (1595 - redondilha 071) Cousa que este corpo não tem (1595 - Redondilha 063) Cum real de amor (1598 - redondilha 093) Da lindeza vossa (1595 - redondilha 026) Dama d'estranho primor (1595 - redondilha 015) D'Amor e seus danos (1595 - redondilha 105) De maneira me sucede (1668 - redondilha 056) Despois de sempre sofrer (1595 - redondilha 031) Después que Amor me formo (1595 - redondilha 083) Desque una vez miré (1616 - redondilha 035)
Image of page 1
De ver-vos a não vos ver (1595 - redondilha 077) Dióme Amor tormentos dos (1595 - redondilha 073) Dotou em vos natureza (1595 - redondilha 007) Dous tormentos vejo (1616 - redondilhas 004) É muito pera notar (1595 - redondilha 041) Eles verdes são (1595 - redondilha 012) Entre estes penedos (1598 - redondilha 010) E se a pena não me atiça (1598 - redondilha 085) Esses alfinetes vao (1595 - redondilha 022) Este mundo es el camino (1595 - redondilha 115) Este tempo vão (1595 - redondilha 002) Eu, pera levar a palma (1668 - redondilha 091) Eu sou boa testemunha (l595 - redondilha 013) Falsos loores os dán (1595 - redondilha 048) Foi a Esperança julgada (1595 - redondilha 065) Ja'gora certo conheço (1598 - redondilha 088) Juravas-me que outras cabras (1598 - redondilha 057) Leva na cabeça o pote (1668 - redondilha 053) Madre. si me fuere (1595 - redondilha - 089) Menina mais que na idade (1595 - redondilha 040) Mi corazón me han robado (1595 - redondilha 068) Mi nueva y dulce querella (1595 - redondilha 069) N'alma ua so ferida (1598 - redondilha 086) Nao posso chegar ao cabo (1616 - redondilha 100)
Image of page 2
Image of page 3

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 100 pages?

  • Fall '19
  • São Paulo, Amor, Cristianismo, Deus, Voltas, Os Lusíadas

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture