NBR-_5419_(2005)_Sistema_Proteção_contra_Descargas_Atmosféri

51232 os condutores de descida no naturais devem ser

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: 5.1.3.5.2) e, na impossibilidade deste, um anel at no mximo 4 m acima do nvel do solo e os outros a cada 20 m de altura. So aceitos como captores de descargas laterais elementos condutores expostos, naturais ou no, desde que se encontrem aterrados ou interligados, com espaamento horizontal no superior a 6 m, mantendo-se o espaamento mximo vertical de 20 m. 5.1.2.3.3 Os condutores de descida no naturais devem ser instalados a uma distncia mnima de 0,5 m de portas, janelas e outras aberturas e fixados a cada metro de percurso. NOTA Condutores de descida em alumnio, mesmo com capa isolante, no devem ser instalados dentro de calhas ou tubos de guas pluviais, para evitar problemas de corroso. 5.1.2.3.4 A instalao dos condutores de descida deve levar em considerao o material da parede onde os mesmos sero fixados: a) b) se a parede for de material no inflamvel, os condutores de descida podem ser instalados na sua superfcie ou embutidos na mesma; se a parede for de material inflamvel e a elevao de temperatura causada pela passagem da corrente de descarga atmosfrica no resultar em risco para este material, os condutores de descida podem ser instalados na sua superfcie; se a parede for de material inflamvel e a elevao de temperatura dos condutores de descida resultar em risco para este material, a distncia entre os condutores e o volume a proteger deve ser de no mnimo 10 cm (os suportes metlicos dos condutores de descida podem estar em contato com a parede). c) 5.1.2.4 Construo das descidas no naturais 5.1.2.4.1 Condutores de descida devem ser retilneos e verticais, de modo a prover o trajeto mais curto e direto para a terra. Laos (conforme a figura 3) devem ser evitados. Onde isto no for possvel, a distncia medida entre dois pontos do condutor e o comprimento ( l ) do condutor entre esses dois pontos, segundo a mesma figura, devem estar conforme 5.2.2. 5.1.2.4.2 No so admitidas emendas nos cabos utilizados como condutores de descida, exceto na interligao entre o condutor de descida e o condutor do aterramento, onde dever ser utilizado um conector de medio (conforme 5.1.2.6). So admitidas emendas nas descidas constitudas por perfis metlicos, desde que estas emendas encontrem-se conforme 5.1.2.5.2. Para outros perfis, referir-se a 5.1.4.2. 5.1.2.4.3 Os cabos de descida devem ser protegidos contra danos mecnicos at, no mnimo, 2,5 m acima do nvel do solo. A proteo deve ser por eletroduto rgido de PVC ou metlico sendo que, neste ltimo caso, o cabo de descida deve ser conectado s extremidades superior e inferior do eletroduto. 5.1.2.5 Condutores de descida naturais Os pilares metlicos da estrutura podem ser utilizados como condutores de descida naturais. 5.1.2.5.2 Os elementos da fachada (perfis e suportes metlicos) podero ser utilizados como condutores de descidas naturais, desde que suas sees sejam no mnimo iguais s especificadas para os condutores de descida conforme tabela 3 e com a sua continuidade eltrica no sentido vertical no mnimo equivalente. ABNT 2005 - Todos os direitos reservados 9 Cpia no autorizada ABNT NBR 5419:2005 Em alternativa admite-se um afastamento no superior a 1 mm entre as superfcies sobrepostas de condutores consecutivos, desde que com rea no in-ferior a 100 cm2. 5.1.2.5.3 As instalaes metlicas da estrutura podem ser consideradas condutores de descida naturais (inclusive quando revestidas por material isolante), desde que suas sees sejam no mnimo iguais s especificadas para condutores de descida na tabela 3 e com continuidade eltrica no sentido vertical no mnimo equivalente. NOTA Tubulaes metlicas (exceto gs) podem ser admitidas como condutores de descida, desde que seu trajeto satisfaa s prescries de 5.1.2.3.4 e que sua continuidade no possa ser afetada por modificaes posteriores ou por servios de manuteno. 5.1.2.5.4 As armaduras de ao interligadas das estruturas de concreto armado podem ser consideradas condutores de descida naturais, desde que: a) cerca de 50% dos cruzamentos de barras da armadura, incluindo os estribos, estejam firmemente amarradas com arame de ao torcido e as barras na regio de trespasse apresentem comprimento de sobreposio de no mnimo 20 dimetros, igualmente amarradas com arame de ao torcido, ou soldadas, ou interligadas por conexo mecnica adequada; em alternativa, sejam embutidos na estrutura condutores de descida especficos, com continuidade eltrica assegurada por solda ou por conexo mecnica adequada, e interligadas s armaduras de ao para equalizao de potencial (ver anexo D); em construes de concreto pr-moldado, seja assegurada a continuidade eltrica da armadura de ao de cada elemento, bem como entre os elementos adjacentes de concreto pr-moldado. b) c) NOTA Em construes com concreto protendido, os cabos sujeitos a protenso, como nas telhas de concreto protendido, no podem fazer parte do sistema de escoamento de corrente de descarga atmosfrica. Porm, as armaduras dos pilares (que nunca so protendidas) e as armaduras passivas (que sempre existem nas lajes com elementos protendidos) podem ser utilizadas sem restrio como par...
View Full Document

This note was uploaded on 08/12/2009 for the course IQ 23123 taught by Professor Varios during the Spring '09 term at Universidade de Brasília.

Ask a homework question - tutors are online