NBR-_5419_(2005)_Sistema_Proteção_contra_Descargas_Atmosféri

B22 a densidade de descargas atmosfricas para a terra

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: l 30 ABNT 2005 - Todos os direitos reservados Cpia no autorizada ABNT NBR 5419:2005 Figura B.1-b) -- Mapa de curvas isocerunicas - Regio sudeste Figura B.1 -- Mapa de curvas isocerunicas B.2.3 A rea de exposio equivalente (Ae) a rea, em metros quadrados, do plano da estrutura prolongada em todas as direes, de modo a levar em conta sua altura. Os limites da rea de exposio equivalente esto afastados do permetro da estrutura por uma distncia correspondente altura da estrutura no ponto considerado. Assim, para uma estrutura retangular simples de comprimento L, largura W e altura H, a rea de exposio equivalente tem um comprimento L +2H e uma largura W + 2H, com quatro cantos arredondados formados por segmentos de crculo de raio H, em metros. Ento, conforme a figura B.2, resulta: Ae = LW + 2LH + 2WH + .H2 [m2] ABNT 2005 - Todos os direitos reservados 31 Cpia no autorizada ABNT NBR 5419:2005 Figura B.2 -- Delimitao da rea de exposio equivalente (Ae) - Estrutura vista de planta B.2.4 A freqncia mdia anual previsvel Nd de descargas atmosfricas sobre uma estrutura dada por: [por ano] Nd = Ng . Ae . 10-6 B.3 Freqncia admissvel de danos Para a freqncia mdia anual admissvel de danos Nc, valem os seguintes limites, reconhecidos internacionalmente: a) b) riscos maiores que 10-3 (isto , 1 em 1 000) por ano so considerados inaceitveis; riscos menores que 10-5 (isto , 1 em 100 000) por ano so, em geral, considerados aceitveis. B.4 Avaliao geral de risco B.4.1 Depois de determinado o valor de Nd, que o nmero provvel de raios que anualmente atingem uma estrutura, o passo seguinte a aplicao dos fatores de ponderao indicados nas tabelas B.1 a B.5. Multiplica-se o valor de Nd pelos fatores pertinentes, obtendo-se Ndc. Compara-se Ndc com a freqncia admissvel de danos Nc, conforme o seguinte critrio: a) b) c) se Ndc 10-3, a estrutura requer um SPDA; se 10-3 > Ndc > 10-5, a convenincia de um SPDA deve ser tecnicamente justificada e decidida por acordo entre projetista e usurio; se Ndc 10-5, a estrutura dispensa um SPDA. B.4.2 A tabela B.6 mostra a classificao de diversos tipos de estruturas comuns e especiais, com o respectivo nvel de proteo. A partir do valor ponderado de Ndc e do nvel de proteo indicado para o tipo de estrutura, a figura B.3 permite determinar o fator de risco resultante. 32 ABNT 2005 - Todos os direitos reservados Cpia no autorizada ABNT NBR 5419:2005 B.4.3 Os fatores de ponderao denotam a importncia relativa do risco em cada caso. Na tabela B.3, o termo "efeitos indiretos" refere-se no apenas aos danos materiais sobre a estrutura, mas tambm interrupo de servios essenciais de qualquer natureza, principalmente em hospitais. B.4.4 O risco de vida geralmente muito baixo, mas as descargas atmosfricas podem causar pnico e incndios. B.4.5 Para estruturas destinadas a atividades mltiplas, deve ser aplicado o fator de ponderao A correspondente ao caso mais severo. Tabela B.1 -- Fator A: Tipo de ocupao da estrutura Tipo de ocupao Casas e outras estruturas de porte equivalente Casas e outras estruturas de porte equivalente com antena externa1) Fbricas, oficinas e laboratrios Edifcios de escritrios, hotis e apartamentos, e outros edifcios residenciais no includos abaixo Locais de afluncia de pblico (por exemplo: igrejas, pavilhes, teatros, museus, exposies, lojas de departamento, correios, estaes e aeroportos, estdios de esportes) Escolas, hospitais, creches e outras instituies, estruturas de mltiplas atividades 1) Fator A 0,3 0,7 1,0 1,2 1,3 1,7 Para requisitos para instalao de antenas, ver anexo A. Tabela B.2 -- Fator B: Tipo de construo da estrutura Tipo de construo Estrutura de ao revestida, com cobertura no-metlica1) Estrutura de concreto armado, com cobertura no-metlica Estrutura de ao revestida, ou de concreto armado, com cobertura metlica Estrutura de alvenaria ou concreto simples, com qualquer cobertura, exceto metlica ou de palha Estrutura de madeira, ou revestida de madeira, com qualquer cobertura, exceto metlica ou de palha Estrutura de madeira, alvenaria ou concreto simples, com cobertura metlica Qualquer estrutura com teto de palha 1) Fator B 0,2 0,4 0,8 1,0 1,4 1,7 2,0 Estruturas de metal aparente que sejam contnuas at o nvel do solo esto excludas desta tabela, porque requerem apenas um subsistema de aterramento. ABNT 2005 - Todos os direitos reservados 33 Cpia no autorizada ABNT NBR 5419:2005 Tabela B.3 -- Fator C: Contedo da estrutura e efeitos indiretos das descargas atmosfricas Contedo da estrutura ou efeitos indiretos Residncias comuns, edifcios de escritrios, fbricas e oficinas que no contenham objetos de valor ou particularmente suscetveis a danos Estruturas industriais e agrcolas contendo objetos particularmente suscetveis a danos1) Subestaes de energia eltrica, usinas de gs, centrais telefnicas, estaes de rdio Indstrias estratgicas, monumentos antigos e prdios histricos, museus, galerias de arte e outras estruturas com objetos de valor especial Escolas, hospitais, creches e outras instituies, locais de afluncia de pblico 1) Fator C 0,3 0,8 1,0 1,3 1,7 Instalao de alto valor ou materiais vulnerveis a incndios e s suas conseqncias. Tabela B.4 -- Fator D: Localizao da estrutura Localizao Estrutura localizada em uma grande rea contendo estruturas ou rvores da mesma altura ou mais altas (por exemplo: em grandes cidades ou em florestas) Estrutura localizada em uma rea contendo poucas estruturas ou rvores de altura similar Estrutura completamente isolada, ou que ultrapassa, no m...
View Full Document

Ask a homework question - tutors are online