NBR-_5419_(2005)_Sistema_Proteção_contra_Descargas_Atmosféri

Autorizada abnt nbr 54192005 52 521 sistema interno de

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: tricos dentro do volume a proteger. 5.2.1.1.2 A equalizao de potencial obtida mediante condutores de ligao eqipotencial, eventualmente incluindo DPS (dispositivo de proteo contra surtos), interligando o SPDA, a armadura metlica da estrutura, as instalaes metlicas, as massas e os condutores dos sistemas eltricos de potncia e de sinal, dentro do volume a proteger. 5.2.1.1.3 Em geral, componentes metlicos exteriores a um volume a ser protegido podem interferir com a instalao do SPDA exterior e, em conseqncia, devem ser considerados no estudo do SPDA. Poder ser necessrio estabelecer ligaes eqipotenciais entre esses elementos e o SPDA. 5.2.1.1.4 Em estruturas que no possuem SPDA externo, mas requerem proteo contra os efeitos das descargas atmos-fricas sobre as instalaes internas, deve ser efetuada a equalizao de potencial. 5.2.1.1.5 caso. 5.2.1.2 5.2.1.2.1 a) Uma ligao eqipotencial principal, como prescreve a ABNT NBR 5410, obrigatria em qualquer Ligao eqipotencial das instalaes metlicas e das massas (LEP/TAP) Uma ligao eqipotencial deve ser efetuada: no subsolo, ou prximo ao quadro geral de entrada de baixa tenso. Os condutores de ligao eqipotencial devem ser conectados a uma barra de ligao eqipotencial principal, construda e instalada de modo a permitir fcil acesso para inspeo. Essa barra de ligao eqipotencial deve estar conectada ao subsistema de aterramento; acima do nvel do solo, em intervalos verticais no superiores a 20 m, para estruturas com mais de 20 m de altura. As barras secundrias de ligao eqipotencial devem ser conectadas a armaduras do concreto ao nvel corres-pondente, mesmo que estas no sejam utilizadas como componentes naturais; quando as distncias de segurana prescritas em 5.2.2 no podem ser atendidas. Em estruturas providas de SPDA isolados, a ligao eqipotencial deve ser efetuada somente ao nvel A ligao eqipotencial pode ser realizada atravs de: b) c) 5.2.1.2.2 do solo. 5.2.1.2.3 a) condutores de ligao eqipotencial - onde a continuidade eltrica no for assegurada por ligaes naturais. Caso uma ligao eqipotencial deva suportar toda a corrente de descarga atmosfrica, ou substancial parte dela, as sees mnimas dos condutores devem estar conforme a tabela 6. Para os demais casos, as sees so indicadas na tabela 7; DPS - quando uma ligao eqipotencial direta no for permitida (por exemplo, em tubulaes metlicas com proteo catdica por corrente imposta). Os DPS devem ser instalados de modo a permitir fcil inspeo. b) ABNT 2005 - Todos os direitos reservados 17 Cpia no autorizada ABNT NBR 5419:2005 Tabela 6 -- Sees mnimas dos condutores de ligao eqipotencial para conduzir parte substancial da corrente de descarga atmosfrica Nvel de proteo Material Cobre I IV Alumnio Ao Seo mm2 16 25 50 Tabela 7 -- Sees mnimas dos condutores de ligao eqipotencial para conduzir uma parte reduzida da corrente de descarga atmosfrica Cobre I IV Alumnio Ao 6 10 16 5.2.1.2.4 As canalizaes metlicas acopladas por meio de luvas isolantes devem ser eletricamente interligadas por meio de DPS adequadamente dimensionado. 5.2.1.2.5 Nas canalizaes e outros elementos metlicos que se originam do exterior da estrutura, a conexo ligao eqipotencial deve ser efetuada o mais prximo possvel do ponto em que elas penetram na estrutura. Uma grande parte da corrente de descarga atmosfrica pode passar por essa ligao eqipotencial, portanto as sees mnimas dos seus condutores devem atender tabela 6. 5.2.1.3 Ligao eqipotencial dos sistemas eltricos de potncia e de sinal, em condies normais 5.2.1.3.1 A ligao eqipotencial dos sistemas eltricos de potncia e de sinal deve satisfazer s prescries da ABNT NBR 5410. 5.2.1.3.2 Se os condutores so blindados, suficiente, em geral, conectar apenas as blindagens ligao eqipotencial, desde que sua resistncia hmica no provoque uma queda da tenso perigosa para o cabo ou para o equipamento associado. Eletrodutos metlicos devem ser conectados ligao eqipotencial. 5.2.1.3.3 Todos os condutores dos sistemas eltricos de potncia e de sinal devem ser direta ou indiretamente conectados ligao eqipotencial. Condutores vivos devem ser conectados somente atravs de DPS. Em esquemas de aterramento TN (definidos na ABNT NBR 5410), os condutores de proteo PE ou PEN devem ser conectados diretamente ligao eqipotencial principal. O condutor de proteo PE pode, e em geral deve, ser ligado a eventuais outras ligaes eqipotenciais, porm o condutor neutro s deve ser ligado ligao eqipotencial principal. Em edifcios comerciais com mais de 20 m de altura, os condutores de proteo PE devem obedecer s ligaes eqipotenciais previstas em 5.2.1.2.1-b). Neste caso recomendvel prever a ligao mais freqente dos condutores de proteo s armaduras em todos os andares por insertos ligados ferragem na coluna correspondente ao shaft. O uso da ferragem no dispensa o emprego do condutor PE ou PEN. NOTA A ligao eqipotencial deve ser atravs de uma barra chata de cobre nu, de largura maior ou igual a 50 mm, espessura maior ou igual a 6 mm e comprimento de acordo com o nmero de conexes, com o mnimo de 15 cm. 5.2.1.4 Ligao eqipote...
View Full Document

{[ snackBarMessage ]}

Ask a homework question - tutors are online