Gera%E7%E3o%20de%20energia%20el%E9trica%20a%20partir%20de%20biomassa%20no%20Brasil-situa%E7%E3o%20at

Gera%E7%E3o%20de%20energia%20el%E9trica%20a%20partir%20de%20biomassa%20no%20Brasil-situa%E7%E3o%20at

Info iconThis preview shows pages 1–4. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
Centro de Gestão e Estudos Estratégicos Ciência, Tecnologia e Inovação Geração de energia elétrica a partir de biomassa no Brasil: situação atual, oportunidades e desenvolvimento Isaias C. Macedo Junho, 2001
Background image of page 1

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
Centro de Gestão e Estudos Estratégicos Ciência, Tecnologia e Inovação Geração de energia elétrica a partir de biomassa no Brasil: situação atual, oportunidades e desenvolvimento Secretaria Técnica do Fundo Setorial de Energia CT Energ 2001 junho
Background image of page 2
1 Geração de energia elétrica a partir de biomassa no Brasil: situação atual, oportunidades e desenvolvimento Isaias C. Macedo, autor do trabalho, realizado para o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, é doutor em Ciências Térmicas pela University of Michigan e foi professor no ITA e na Unicamp, na área de energia. Sua atuação principal no período foi o planejamento e coordenação de programas em energia renováveis. A partir de 1981 passou a dirigir a pesquisa e o desenvolvimento em cana- de-açúcar e seus produtos, no Centro de Tecnologia da Coopersucar. Introdução Biomassa tem sido usada de forma crescente no mundo como insumo energético; muito mais para usos finais como energia térmica, mas já de forma importante como geradora de energia elétrica, e de forma também crescente como origem de combustíveis líquidos (etanol). Em 1996 estimava-se em 33 – 35 EJ (cerca de 11% do consumo mundial) a produção de energia da biomassa, em diversas formas (1). Uma avaliação abrangente e atual da situação do uso específico de biomassa para eletricidade (2) em 1999 indica que: A capacidade instalada aumentou 3% ao ano nos últimos 5 anos, atingindo 40 GWe (final de 1998); o fator de capacidade fica entre 25 e 80%, os menores valores correspondendo à operação sazonal, com resíduos. Em 1998 a produção de energia foi de 160 TWh; o investimento nas plantas variou de 900 a 3000 US$/kW, e os custos finais da energia entre 5 15 ¢/kWh. Custos estimados para o futuro eram de 4 – 10 ¢/kWh. Notar que em alguns setores no Brasil já se atinge os níveis mais baixos de “custos futuros”. Para comparação, no mesmo período o uso de energia térmica da biomassa (excluindo a termo-eletricidade) também cresceu 3% ao ano, com capacidade de 200 GWt; a mesma faixa de fatores de capacidade (25 a 80%), e com produção anual acima de 700 TWh. Investimentos na produção estimados entre 250 – 700 US$/kW, e custos de energia 1 – 5 ¢/kWh. No Brasil a produção de energia elétrica da biomassa é estimada em cerca de 3% da energia elétrica total: 10 TWh (1999), sendo 4.1 em co-geração na industrialização de cana, 2.9 na industria de papel e celulose, e cerca de 3 TWh em diversas unidades utilizando resíduos agrícolas. Há uma clara transição dos usos envolvendo “baixo nível tecnológico”, como o uso da lenha para
Background image of page 3

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
Image of page 4
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

Page1 / 12

Gera%E7%E3o%20de%20energia%20el%E9trica%20a%20partir%20de%20biomassa%20no%20Brasil-situa%E7%E3o%20at

This preview shows document pages 1 - 4. Sign up to view the full document.

View Full Document Right Arrow Icon
Ask a homework question - tutors are online