24133670-Eugen-Herrigel-A-Arte-Cavalheiresca-Do-Arqueiro-Zen

24133670-Eugen-Herrigel-A-Arte-Cavalheiresca-Do-Arqueiro-Zen...

Info iconThis preview shows pages 1–7. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
Background image of page 1

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full DocumentRight Arrow Icon
EUGEN HERRIGEL A ARTE CAVALHEIRESCA DO ARQUEIRO ZEN Prefácio do Prof. D. T. Suzuki Tradução, prefácio e notas de J. C. Ismael EDITORA PENSAMENTO São Paulo
Background image of page 2
Título do original: Zen in der Kunst des Bogenschiessens ©Otto Wilhelm Barth Verlag, 1975 Edição Ano 987 8 Direitos reservados. EDITORA PENSAMENTO R. Dr. Mário Vicente, 374 - 04270 São Paulo, SP - fone: 63-3141 Impresso em nossas oficinas gráficas.
Background image of page 3

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full DocumentRight Arrow Icon
PREFÁCIO Só encontrará a sua vida aquele que a perdeu (Provérbio Zen) Mestre, discípulo, arco, flecha, alvo: essas são as personagens que esperam pelo leitor nas páginas que se seguem. Mas tal encontro exigirá, por parte do leitor, algumas abdicações. A lógica do pensamento ocidental deve ser posta de lado. A estrutura do cartesianismo, reduzida a cinzas. A relação causa-efeito, desprezada. A separação sujeito-objeto, ignorada. O tédio, ridicularizado. Mas a paixão pela vida, enaltecida. A cerimônia desse encontro é presidida pelo príncipe Sidarta, que perdeu a sua vida para despertar como Buda, o Amida, o símbolo da compaixão, aquele que nos mostrou o caminho do meio como o único capaz de vencer os sofrimentos que marcam a banalidade do cotidiano. Este livro trata do Zen como os mestres gostam de abordá-lo: uma experiência direta, imediata, não-filtrada pelo intelecto. O autor, ocidental típico, cai na tentação 5 de questionar, de pôr em evidência sua perplexidade diante das lições do mestre. Muitos anos se passam até
Background image of page 4
que ele perca a sua vida e descubra o que é o Zen: transcendência do intelecto, desprezo pelas palavras, silêncio, gestos iluminantes e iluminados, comunhão com o cosmo. Eugen Herrigel nasceu em Lichtenau, Alemanha, a 20 de março de 1885. Desde jovem se sente atraído pelo misticismo oriental, embora se dedique com afinco à filosofia do Ocidente e ao neo-kantismo em especial. Confuso, à procura de pistas que levem ao ponto de encontro de todas as religiões e filosofias, termina o doutorado em filosofia na Universidade de Heidelberg. Então, com trinta e nove anos de idade, viaja com a mulher para o Japão, onde passa quase seis anos ensinando na Universidade de Tohoku. Durante esse período dedica-se com afinco ao aprendizado de uma das artes mais inúteis que existem: a do arqueiro, tal como praticada pelos mestres Zen-budistas,. Já estudara o Zen nos livros. Chegara a hora de conhecê-lo através da vivência concreta. A oportunidade é imperdível. Herrigel vive os anos mais difíceis e mais belos da sua vida. Ao regressar do Japão, é contratado pela Universidade de Erlangen, onde leciona durante muitos anos. Havia publicado dois livros: Urstoff und Urform (1926) e Die metaphysiche Form (1929), e editado as obras completas do filósofo alemão Emil Lask (1923-24). Este livro só surgiria em 1948, quase vinte anos depois de Herrigel ter voltado do Japão. Antes de morrer, em 18 de abril de 1955, ele ainda escreve Der Zen-Weg, na
Background image of page 5

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full DocumentRight Arrow Icon
6 esteira das publicações semelhantes no Ocidente, com a finalidade de divulgar o Zen de maneira mais simples possível.
Background image of page 6
Image of page 7
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Page1 / 96

24133670-Eugen-Herrigel-A-Arte-Cavalheiresca-Do-Arqueiro-Zen...

This preview shows document pages 1 - 7. Sign up to view the full document.

View Full Document Right Arrow Icon
Ask a homework question - tutors are online