{[ promptMessage ]}

Bookmark it

{[ promptMessage ]}

Aula12_SPC - Departamento de Economia Gesto e Engenharia...

Info iconThis preview shows pages 1–5. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial Gestão da Qualidade Ano Lectivo 2010/2011 Controlo Estatístico de Processos (continuação) Controlo Estatístico de Processos Sumário Controlo Estatístico de Processos. Introduction to Statistical Quality Control, Montgomery D. C., John Wiley & Sons, New York, 1996. Evans & Lindsay (2002), “The Management and Control of Quality”. Referências Bibliográficas
Background image of page 1

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
Controlo Estatístico de Processos Metodologia de aplicação orightshadup Análise do processo orightshadup Estimação dos parâmetros orightshadup Melhoria do processo orightshadup Fixação dos limites de controlo FASE 1 Controlo Estatístico de Processos Metodologia de aplicação FASE 2 orightshadup Controlo (monitorização) do processo orightshadup Re-estimação dos limites de controlo
Background image of page 2
Controlo Estatístico de Processos Cartas Shewhart mais comuns (variáveis contínuas) Utiliza-se para analisar e controlar processos cuja característica da qualidade se exprime através de uma variável quantitativa. A letra A representa o valor da amplitude da variável em cada subgrupo e x o seu respectivo valor médio. É através do valor médio de A que se estima o desvio padrão do processo ( σ ). Quando o subgrupo for constituído por um número n de observações superior a 8 utiliza-se o erro padrão s, em vez da amplitude, como estimador do desvio padrão do processo ( σ ). Carta valores individuais - A móvel Utiliza-se nas mesmas situações da carta média - amplitude sempre que não é possível formar subgrupos. Nestas condições, calcula-se a amplitude móvel de observações sucessivas de x e a partir do seu valor médio estima-se σ . Carta x - A (ou S) Controlo Estatístico de Processos Cartas p e pn Estas cartas são utilizadas quando a característica da qualidade consiste no número de unidades defeituosas ou na proporção de unidades defeituosas. Se a dimensão da amostra (n) for constante utiliza-se a carta pn . Caso contrário (n variável) utiliza-se a carta p. Cartas c e u Estas cartas são utilizadas para controlar e analisar processos recorrendo à variável no. de ocorrências/unidade (ex.: número de defeitos de soldadura por televisor). Se a dimensão de cada unidade for constante utiliza-se a carta c . Para unidades (ou produtos) de dimensão variável utiliza-se a carta u . Cartas Shewhart mais comuns (variáveis discretas)
Background image of page 3

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
Controlo Estatístico de Processos 27 DEMEGI – GEIN Secção de Gestão e Engenharia Industrial Cartas Shewhart mais comuns Variá veis n 8 n = 1 Valores individuais e amplitude m óvel ( x ; A móvel ) Atributos n constante Def eitos De feituosas n variável n constante n variável Número de defeituosas (quando n constante) ( Np )
Background image of page 4
Image of page 5
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}