Infra_para_Redes_Opticas - Infra para Redes pticas: O que...

Info iconThis preview shows pages 1–3. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
Damos o nome de infra-estrutura ao conjunto da construção que recebe, acomoda e distribui o cabo óptico ao longo de seu trajeto (também conhecido como Rota ou Enlace). As Redes Ópticas podem ser aéreas, subterrâneas, submarinas ou uma combinação delas. Rede aérea Nas redes aéreas são aproveitadas as estruturas das concessionárias de energia elétrica presentes no local ou, quando não há possibilidade, é implantada uma infra-estrutura nova para instalação da Rede Óptica. Esta infra-estrutura é composta de : Postes Devem atender as exigências de altura para cruzamentos e esforço cortante para casos de término de rede (encabeçamento) e mudança de direção com ângulo. Cordoalha Cabo de aço que interliga os postes. É na cordoalha que o cabo óptico será preso ou espinado (enrolado) com o auxílio de um arame de aço. Caixa de Emenda Na rede aérea, em geral as caixas de emenda óptica são acomodadas junto aos postes, onde também ficam as sobras de cabo, conhecidas como “Figura Oito“. Rede subterrânea A implantação de uma rede subterrânea requer um maior investimento, pois necessita de mais tempo e maior número de recursos. Para um melhor entendimento, apresentamos sua composição: Duto Tubulação em PVC, corrugado ou liso com diâmetro geralmente de 100 mm. Sub-duto Dado ao fato de o cabo óptico não necessitar da área total do duto, criou-se então um outro duto de menor diâmetro (40 mm externo) em Polietileno, recebendo este o nome de sub- duto pois inicialmente era instalado, nas redes urbanas, dentro do duto, aumentando assim a capacidade da rede de dutos existente. Posteriormente começou-se a utilizá-lo nas redes de longa distância (que será abordada a seguir). Podemos encontrar vários tipos de sub-dutos. Destacaremos aqui os mais comuns: Tipo Descrição Formato Duplo Dois sub-dutos na formação 1 x 2
Background image of page 1

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full DocumentRight Arrow Icon
Quádruplo Quatro sub-dutos na formação 2 x 2 Sétuplo Sete sub-dutos em formação circular Destacamos que, para redes com número maior de dutos, a formação pode acompanhar aquela descrita acima para o sub-duto quádruplo. Por exemplo : Rede de Seis dutos. E assim por diante. Outros componentes da rede óptica subterrânea são: Caixas de passagem São receptáculos implantados abaixo do nível do solo, com a função de armazenar as sobras técnicas dos cabos. Sobra Técnica ou Reserva Como o próprio nome diz, é uma folga ou reserva de cabo, que será utilizada caso haja um acidente no cabo (ruptura) ou para atender um acesso futuro, exigindo assim cabo para emenda ou para deslocamento do trajeto original. Caixa de Emenda Subterrânea Chamamos a atenção para este componente específico das redes subterrâneas, pois é comum uma confusão entre caixa de emenda subterrânea e caixa de emenda óptica. O tópico aqui descrito trata-se de um receptáculo igual à caixa de passagem, mudando apenas a função básica, que neste caso é acomodar a caixa de emenda óptica. Portanto, quando
Background image of page 2
Image of page 3
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Page1 / 9

Infra_para_Redes_Opticas - Infra para Redes pticas: O que...

This preview shows document pages 1 - 3. Sign up to view the full document.

View Full Document Right Arrow Icon
Ask a homework question - tutors are online