{[ promptMessage ]}

Bookmark it

{[ promptMessage ]}

seminario2-pptx - Energia no Brasil Fernando Paupitz Tiago...

Info icon This preview shows pages 1–9. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
Energia no Brasil Fernando Paupitz Tiago Alves EMC 5003 – Tecnologia e Desenvolvimento 2011/2
Image of page 1

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
1. História da energia 2. O sistema Elétrico Brasileiro 3. Matriz Energética 4. Energias Renováveis 4.1. Energia eólica 4.2. Energia Solar 4.3. Biomassa 4.4. Biodiesel 4.5. Biogás 4.6. Etanol 4.7. Hidráulica 5. Energias não Renováveis 5.1. Carvão 5.2. Energia Nuclear 5.3. Gás Natural 5.4. Petróleo 6. Pré-sal 7. Referências Sumário
Image of page 2
1. História da energia no Brasil 1879 - Chega a energia elétrica no BR 1881 – A primeira iluminação externa pública do País foi inaugurada na atual Praça de República, em São Paulo. 1883 – Entrou em operação a primeira usina hidrelétrica do País, instalada na cidade de Diamantina, Minas Gerais. D. Pedro II inaugurou, na cidade de Campos, o primeiro serviço público municipal de iluminação elétrica do Brasil e da América do Sul. Instalada usina termelétrica de Campos, com 52kW.
Image of page 3

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
1. História da energia no Brasil 1889 – Começou a funcionar a primeira grande hidrelétrica no País, a Marmelos-Zero, em Juiz-de- Fora/MG. 125kW – 180 lâmpadas 1ª Guerra – Difícil importação de produtos – Governo teve de incentivar criação e vinda de empresar para suprir o mercado interno.
Image of page 4
1. História da energia no Brasil 1907 - 1º censo industrial - 3.000 indústrias 1920 - 2º censo industrial – 13.000 indústria Só durante a 1ª Guerra – criação de 6.000 indústrias. Ø Grande necessidade de energia! 1920 - 300 usinas. Capacidade instalada de 360 MW. 1930 - 891 usinas. Capacidade instalada 780MW 1934 - Promulgado o Código de Águas, marco principal, à época, da regulamentação dos serviços e da indústria de energia elétrica no país, através do qual a União passou a ser o único poder concedente
Image of page 5

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
1. História da energia no Brasil Anos 30 – Campanha de nacionalização dos bens do subsolo devido a presença das empresas estrangeiras que apossavam-se das áreas do petróleo e minérios. Ø Monteiro Lobato – “O petróleo é nosso!” 1930 – Eng. agrônomo Manoel Inácio Bastos – descoberta de líquido betuminoso em Lobato/BA.
Image of page 6
1. História da energia no Brasil 1938 – Criação da CNP – Conselho Nacional do Petróleo – toda atividade petrolífera é exclusiva do estado – perfuração do poço de Lobato/BA. Encontra-se petróelo, mas o poço é antieconômico. Alavancou pesquisas no Recôncavo baiano e, em 1941 é descoberta a primeira acumulação com viabilidade econômica, em Candeias/BA.
Image of page 7

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
1. História da energia no Brasil 1939 – Criação CNAEE - Conselho Nacional de Águas e Energia Elétrica, que viria a se tornar o MME. 1940 - Capacidade instalada de 1.250 MW, 85% de hidrelétricas. 2ª Guerra Mundial - Crescimento diminuiu - Brasil não conseguia importar os equipamentos e máquinas que precisava nem carvão e petróleo. Isso ressalta a importância de possuir uma Indústria de Bens de Capital.
Image of page 8
Image of page 9
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern