Cap 2 - Projeto Orientado a Objetos-4spp

Cap 2 - Projeto Orientado a Objetos-4spp - Projeto...

Info iconThis preview shows pages 1–4. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: Projeto Orientado a Objetos: Uma Revisão Estrutura de Dados M.T. Goodrich, R. Tamassia. Estruturas de Dados e Algoritmos em Java. 4a Edição. Ed. Bookman ! Cap. 2 2 Estrutura de Dados 3 Introdução Objetos são os “atores” principais do paradigma Todo objeto se origina de uma classe A declaração de uma classe contém definições sobre: ! Atributos (campos de dados) ! Métodos (funções que operam sobre os dados) Estrutura de Dados 4 Projeto Orientado a Objetos (POO) O Projeto Orientado a Objetos se interpõe entre a Análise e a Programação Orientadas a Objetos: Object-Oriented Analysis (OOA) Object-Oriented Design (OOD) Object-Oriented Programming (OOP) Estrutura de Dados 5 Objetivos da OOA (Analysis) Modelar aspectos do mundo real que devem ser representados pelo software Criar um modelo ”adequado”: ! Representar entidades do mundo real ! Identificar o que é relevante ! Especificar características e funcionalidades que o software deve implementar ! Não se preocupa com aspectos de implementação Estrutura de Dados 6 Objetivos do OOD (Design) É um refinamento da análise, que visa: ! Fazer o mapeamento entre a análise e os elementos de implementação ! Lidar com a complexidade dos softwares modernos ! Promover a qualidade do software, no sentido de obter boas implementações dos seus elementos, incluindo os algoritmos e estruturas de dados Estrutura de Dados 7 Características de Programas Tamanho em Linhas Características 10 Necessita apenas de um programa principal que executa tarefas simples 100 Apresenta noções de blocos e iterações. 1.000 Apresenta noções de sub-programas e sub-rotinas. 10.000 Necessita de modularização. 100.000 Certamente é modular. Orientação a objetos é recomendável devido à complexidade de gerenciamento Estrutura de Dados 8 Características de um Bom Projeto Robustez Adaptabilidade Possibilidade de Reutilização Estrutura de Dados 9 Robustez Um software “robusto” deve continuar operando corretamente: ! mesmo com entradas de dados inesperadas ! mesmo perante situações críticas, onde exista risco à vida humana ou tarefas importantes ! para todo o intervalo possível dos dados de entrada: por exemplo, quando a aplicação precisa armazenar uma quantidade de dados maior que aquela prevista inicialmente pelos programadores Estrutura de Dados 10 Adaptabilidade Capacidade de se ajustar à medida que seu ambiente se altera. Exemplos: ! Um editor de textos deve poder evoluir facilmente, frente aos avanços do hardware, redes e ambiente de software ! Portabilidade é uma forma de adaptabilidade. Nesse sentido, a própria linguagem Java é um bom exemplo. ! Em certos domínios de aplicações, componentes de software podem migrar de um ambiente para outro, devendo se adaptar às mudanças de ambiente Estrutura de Dados 11 Reutilização Um módulo de software é reutilizável se o mesmo pode ser utilizado por múltiplas aplicações distintas Software com qualidade pode ser muito caro...
View Full Document

{[ snackBarMessage ]}

Page1 / 10

Cap 2 - Projeto Orientado a Objetos-4spp - Projeto...

This preview shows document pages 1 - 4. Sign up to view the full document.

View Full Document Right Arrow Icon
Ask a homework question - tutors are online