Acionamentos de Maquinas - Motores - Inversores e Soft starter's

A corrente total a soma vetorial destas duas

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: é a sua resistência ôhmica R [ohm] e o outro é a sua indutância L [Henry]. A resistência depende do tipo de material (cobre) e do comprimento do fio com o qual é feito o bobinado. Já a indutância depende também fundamentalmente da geometria (forma) com que os campos se interagem no bobinado e no rotor. Fazendo uma análise muito simplificada podemos dizer que a corrente que circulará pelo estator do motor será proporcional ao valor da resistência ´´R´´ e ao valor da reatância indutiva ´´ XL ´´ que é dependente da indutância L e da freqüência F , Assim temos ; XL = 2.Π.F.L I = V/ ( R2 + XL )1/2 Para valores de freqüência acima de 30Hz o valor da resistência é muito pequeno quando comparado com o valor da reatância indutiva; desta maneira podemos, nesta aproximação, e para um método de controle simples como o escalar, despreza-lo. Assim veremos que o valor da corrente será proporcional à tensão de alimentação V, à indutância L e a freqüência F. O valor de indutância L é uma constante do motor, mas a tensão e a freqüência são dois parâmetros que podem ser ´´controlados´´ pelo inversor de freqüência. Assim, se para variar a velocidade do motor de indução temos que variar a freqüência da tensão de alimentação, a estratégia de ´´V/F constante´´ varia a tensão proporcionalmente com a variação da freqüência de alimentação (e da reatância indutiva ) do motor para obter no estator uma corrente constante da ordem da corrente nominal do motor, como mostra a figura abaixo; 62 I = V/F = Cte. Como podemos observar no gráfico acima, com um valor maior que 60Hz a tensão não pode continuar subindo, pois já foi atingida a tensão máxima (tensão da rede), significa que, apartir deste ponto a corrente e conseqüentemente o torque motor, diminuirão. Esta região (acima de 60Hz, no exemplo) é conhecida como região de enfraquecimento de campo. A figura a seguir mostra o gráfico do torque em função da freqüência onde fica em evidência este comportamento. Para freqüências abaixo de 30Hz o termo correspondente a resistência R do estator, que foi desprezado anteriormente, começa a ter influência no cálculo da corrente. Para baixas freqüências...
View Full Document

This note was uploaded on 05/21/2012 for the course ELECTRIC E 102 taught by Professor Guimaraes during the Spring '12 term at Universidade Estadual Paulista.

Ask a homework question - tutors are online