212 nmero de professores expatriados n de professores

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: dos e à garantia da sua qualidade. Esta acção deve ser medida pela evolução do grau médio de autonomia dos utentes em 3 tipologias de internamento, pelo tempo máximo de transição entre tipologias e também pelo acompanhamento das unidades prestadoras dos cuidados por parte das ECL com o reporte da respectiva avaliação. O principal objectivo desta acção é contribuir para a melhoria do “grau de autonomia física” dos utentes, sendo a sua eficácia aferida com base nos resultados obtidos com a aplicação do IAI. Considerando que o ganho de autonomia é um dos principais objectivos da Rede, a avaliação da autonomia física torna-se, assim, num bom indicador da eficácia dos cuidados prestados, medindo os ganhos médios em autonomia para os utentes que tiveram alta. Contudo, importa salientar que na Unidade de Longa Duração e Manutenção o objectivo é não ter um valor abaixo dos 0%, visto que o que se pretende é manter a autonomia existente. Esta avaliação deve ser efectuada semestralmente considerando o tempo de RELATÓRIO OE2010 Anexos internamento ser até 90 dias nas Unidades de Média Duração e Reabilitação e superior a 90 dias nas Unidades de Longa Duração e Manutenção. Por outro lado, em 2009 foi apurado o tempo médio de espera, o qual não pode exceder os quinze dias, em caso de necessidade de transição entre tipologias, seja por má referenciação, seja porque foi esgotado o tempo máximo fixado para internamento numa tipologia, com vista ao objectivo de melhoria do grau de autonomia. Contudo, após a reflexão sobre a monitorização do 1º semestre de 2009, chegouse à conclusão que é mais importante, para a RNCCI, avaliar a qualidade da Rede através da medição da satisfação dos utentes. Em 2008 93% dos utentes avaliaram a unidade prestadora como “boa” (48%) e “muito boa” (45%)35. As visitas das ECL às unidades prestadoras de cuidados são efectuadas com base numa grelha prédefinida, sendo esta informação sistematizada e analisada, resultando numa avaliação da unidade em causa, numa escala de 0% a 100%. A grelha contempla um conjunto de requisitos, que incluem informação e direitos dos utentes, recursos humanos afectos à unidade, cuidados e serviços aos utentes, recursos para promoção da autonomia, se...
View Full Document

Ask a homework question - tutors are online