Assim decorridos mais de trs anos sobre a reviso do

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: ão dos trabalhos em matéria de cooperação transfronteiriça. Nos próximos quatro anos, deverão continuar a realizar-se as cimeiras anuais bilaterais com Espanha e com França. Internacionalização da Economia Portuguesa Em 2010, prosseguirá o esforço de intensificação das acções de apoio à internacionalização da economia portuguesa. Estas acções assumirão a forma de visitas, bem como de acções de apoio à internacionalização das empresas portuguesas, para promoção da imagem de Portugal como território de eleição para o Investimento Directo Estrangeiro (IDE), como país produtor de bens e serviços de qualidade e de elevada incorporação tecnológica para exportação, e como destino turístico de excelência. A participação do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) nas estruturas recentemente criadas para a promoção da internacionalização da economia portuguesa será, neste sentido, uma prioridade. As estruturas consulares serão progressivamente mobilizadas para o apoio à internacionalização da economia portuguesa, associando, para tal, os portugueses residentes no estrangeiro. Particular atenção continuará a ser dada ao aprofundamento das relações com os nossos principais fornecedores energéticos, prosseguindo o esforço de redução do desequilíbrio comercial com os países do Conselho Coordenador do Golfo, do Norte de África e do Golfo da Guiné. Valorização das Comunidades Portuguesas Em 2010, prosseguirá a modernização das estruturas da rede consular, visando uma melhoria do atendimento público, através da utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), com o objectivo de que os consulados possam funcionar com a tipologia Loja do Cidadão. Será ainda promovida a implementação do regulamento do Visa Information System, a participação na definição do Regulamento do Código dos Vistos, e a harmonização das práticas relativas à emissão de Vistos Schengen ao nível dos postos da UE. Estas três medidas marcam a cooperação...
View Full Document

This document was uploaded on 11/28/2013.

Ask a homework question - tutors are online