Deve ainda ser referido que em maro de 2009 entrou em

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: ra 2010, o saldo orçamental (excluindo o saldo do ano anterior, os activos e os passivos financeiros) na óptica da Contabilidade Pública deverá situar-se em 293,52 milhões de euros, atingindo na óptica da Contabilidade Nacional 609,30 milhões de euros. III.2. Ajustamento entre Défice Orçamental e a Variação da Dívida Pública Em 2009, a dívida pública em percentagem do PIB aumentou 10,2 p.p. face ao ano anterior, situando-se em 76,6% do PIB no final do ano. Esta evolução do rácio da dívida pública no PIB é justificada quase integralmente pelos efeitos do saldo primário e do diferencial da taxa de juro implícita na dívida face ao crescimento nominal do PIB (Quadro III.44). De facto, num cenário de reduzido crescimento nominal e acréscimo dos encargos com a dívida, o efeito dinâmico explica cerca de um terço do aumento do rácio da dívida, tendo os outros efeitos, designadamente o recurso à emissão de dívida pública para financiamento da regularização de dívidas comerciais e dos empréstimos concedidos pelas Administrações Públicas sido pouco significativos neste ano. Para 2010, o valor previsto para a dívida pública situa-se nos 85,4% do PIB, representando um aumento de 8,8p.p face ao ano anterior. O valor do saldo primário e o efeito dinâmico continuam a explicar, na sua o aumento do rácio da dívida, se bem que menor do que no ano anterior, devendo as aquisições líquidas de activos apresentar um contributo mais significativo. 173 174 RELATÓRIO OE2010 Situação Financeira das Administrações Públicas Quadro III.44. Evolução da Dívida Pública (% do PIB) 2007 2008 2009 ( e) 2010 (p) 63,6 66,3 76,6 85,4 variação da dívida (p.p. do PIB) -1,1 2,7 10,2 8,8 Efeito juros e PIB (snow-ball effect ) -0,2 1,6 3,5 2,0 2,8 2,9 2,9 3,2 -3,0 -1,3 0,6 -1,1 Efeito do Saldo Primário -0,2 -0,2 6,4 5,2 Outros -0,6 1,3 0,3 1,6 Stock da dívida (final do ano) Efeito juros Efeito do crescimento nominal do PIB Notas: ( e) estimativa; (p) previsão. Fontes: INE e Ministério das Finanças...
View Full Document

This document was uploaded on 11/28/2013.

Ask a homework question - tutors are online