Este comportamento estar associado por um lado reduo

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: 2006 2005 2004 2003 2002 2001 2000 0,0 1999 98 Fontes: Direcção-Geral de Geologia e Energia; IGCP e Banco de Portugal. (P)- Previsão da CE, Novembro de 2009. II.2. A Economia Portuguesa em 2009 O desempenho da economia portuguesa em 2009 foi condicionado por um enquadramento externo particularmente desfavorável acima descrito. Com efeito, entre o 4.º trimestre de 2008 e o 1.º trimestre de 2009, a economia portuguesa esteve em recessão técnica, apresentado dois trimestres consecutivos de variações reais do PIB, em cadeia, negativas. A partir do 2.º trimestre de 2009, iniciou-se um período de gradual recuperação da actividade económica, com o PIB a apresentar crescimento positivo face ao trimestre precedente. Portugal foi, assim, um dos primeiros países da área do euro a sair de uma situação de recessão técnica. Em termos homólogos reais, assistiu-se a uma redução do PIB, até ao 3.º trimestre de 2009, de 3,4% (variação nula no ano de 2008), reflectindo, à excepção do consumo público, uma contracção na generalidade das suas componentes. De referir ainda que, não obstante a deterioração das exportações, o contributo externo líquido para o crescimento foi positivo. Assim, estima-se que em 2009 o PIB tenha registado uma contracção de 2,6%. Ainda durante o ano de 2009, o mercado de trabalho, em resultado da crise económica, evidenciou uma deterioração expressiva, consubstanciada num aumento da taxa de desemprego e numa diminuição do nível de emprego. Os preços no consumidor registaram, em 2009, uma redução de 0,8% face ao ano anterior, reflectindo, por um lado, a manutenção dos preços das matérias-primas, em termos médios, inferiores aos de 2008, e, por outro, os efeitos do abrandamento da actividade económica nacional. Relativamente às necessidades líquidas de financiamento da economia, estima-se que em 2009 tenham registado um valor correspondente a 8,2% do PIB, em consequência da diminuição quer do défice da balança de be...
View Full Document

Ask a homework question - tutors are online