P outr subsectores 13 2743 11 5088 7854 1 2255 5 0067

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: : - O custo médio por utente com condições de ingresso diminuiu cerca de 12% entre os dois trimestres explicada por uma manutenção dos custos associada a um aumento significativo do número de utentes com condições de ingresso no 2º trimestre face ao 1º (acréscimo de 511 utentes). - No custo médio diário da RNCCI verifica-se um aumento de 8% no 2º trimestre face ao 1º, explicado essencialmente pelo aumento da rubrica “despesas de capital” entre estes 2 períodos, embora não muito significativo, houve um aumento da componente investimento referente ao Programa Modelar, às ECCI e ao investimento do SNS. - O custo médio de um utente assistido nas unidades prestadoras da RNCCI registou um aumento relativo de 5%, explicado, igualmente, pelo aumento das despesas de capital. - O custo médio de um utente assistido por uma ECCI da RNCCI observa também um aumento de cerca de 7%, o qual resulta de um ligeiro aumento do custo das equipas no 2º trimestre acompanhado por uma diminuição dos utentes assistidos por estas equipas face ao período anterior. - O custo médio mensal de uma cama de internamento na RNCCI registou um ligeiro aumento de 3%, em contrapartida o custo médio mensal de um lugar domiciliário na RNCCI registou uma diminuição bastante significativa na ordem dos 36%. Tal facto decorre de um aumento muito expressivo do número de lugares domiciliários, ou seja, um acréscimo de 1.018 lugares face ao período anterior, em contraste com aumento de, apenas, 397 camas. A1.2.4. Cooperação Portuguesa De forma a prosseguir o preconizado no documento estratégico da Cooperação “Uma Visão Estratégica para a Cooperação Portuguesa”, aprovado pela RCM n.º 196/2005, de 22 de Dezembro, bem como as recomendações constantes dos relatórios da Comissão para a Orçamentação por Programas (COP) e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que no exame de 2006 à RELATÓRIO OE2010 Anexos Cooperação Portuguesa a...
View Full Document

Ask a homework question - tutors are online