o autor dedica especial ateno aos estudos mtricos da

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: ................................................................325 3 1 INTRODUÇÃO As relações e interações entre a Ciência e a Tecnologia (C&T) têm sido largamente estudadas sob múltiplos enfoques e perspectivas. Do ponto de vista teórico, vários modelos têm sido propostos para caracterizar essas relações. Grande parte deles entende as relações e interações entre universidade, empresa, governo e sociedade como sistêmica e não linear. Dentre eles, o conceito de Sistema Nacional de Inovação (SNI) é amplamente aceito pela comunidade científica. Do ponto de vista empírico, os indicadores de Produção Científica e Produção Tecnológica, são fortemente empregados para quantificar algumas destas relações e interações. Para Bhattacharya, Kretschmer e Meyer (2003) a compreensão das relações entre C&T é um assunto de grande interesse e debate para estudos de política científica, estudos de inovação, economia e história da ciência e da tecnologia. Para os autores, responder questões relacionadas à influência da ciência no desenvolvimento de tecnologias e avançar no entendimento das ligações entre a ciência e a tecnologia são pontos importantes para melhorar processos de financiamento na área de C&T, na organização e planejamento de instituições científicas, bem como na orientação estratégica de Sistemas Nacionais de Inovação. Os indicadores de Produção Científica e Produção Tecnológica surgem (ou evoluem) na década de 70, diante da crescente necessidade de se estudar as tendências do setor de CT&I e os resultados das políticas implantadas. Passam, gradativamente, a se tornar objetos de estudos teóricos e empíricos, incentivando o desenvolvimento de métodos, técnicas, teorias, modelos, princípios e leis, dedicadas a mensurar tais informações. Segundo Spinak (1998), grande parte dos esforços deste campo do conhecimento se encontra na elaboração de metodologias para a formulação desses indicadores. A área de Ciência da Informação tem contribuído expressivamente nesta temática, demonstrando potencialidades para a construção e análise de indicadores científicos e tecnológicos de qualidade e confiabilidade. Os chamados Estudos Métricos da Informação, onde se destacam a Bibliometria, a Cientometria e a Informetria, são promissores para a análise da dinâmica e das relações da C&T em qualquer área do conhecimento. Nessa mesma perspectiva, Noronha, Kiyotani e Juanes (2002) destacam que os estudos chamados bibliométricos e cientométricos são importantes não só para o 4 reconhecimento do que está sendo pesquisado, como, e, principalmente, para demonstrar a influência dessa produção no meio científico, o que pode fornecer elementos para subsidiar tomadas de decisão em políticas científicas e tecnológicas. A avaliação da produção intelectual pode, ainda, contribuir para o delineamento de campos ou áreas específicas do conhecimento, detectando tendências te...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online