porm enquanto o pesquisador de cincia bsica trabalha

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: ado com domínio suficiente para a produção e uso do biodiesel, acredita-se que é de fundamental importância o avanço constante da pesquisa e desenvolvimento no assunto para que os gargalos sejam eliminados e para que os objetivos e metas do PNPB sejam atingidos. Mesmo com o domínio dos processos tecnológicos de produção, dos conhecimentos e constantes desenvolvimentos de oleaginosas e de estudos realizados nos motores para a definição de proporções de biodiesel a ser utilizado sem que haja danos aos mesmos, não se pode deixar em segundo plano a pesquisa e desenvolvimento tecnológico. Neste aspecto, segundo Torres et al (2006, p. 91), apesar de o Brasil ter requerido a primeira patente mundial para o biodiesel em 1970, ainda está muito atrasado em relação a outros países. Diante da variedade de matérias-primas e processos de produção, tem sido dada grande ênfase, em alguns países, a programas de pesquisa e desenvolvimento. A Comunidade Europeia, que conta com países considerados os mais avançados na produção e uso de biodiesel é, também, considerada como modelo em desenvolvimento científico e tecnológico, comprovado pelos relevantes projetos desenvolvidos na última década. No Projeto de Demonstração de Biodiesel, considerado o mais relevante dos programas europeus de bioenergia, a Comunidade Europeia chegou a aplicar cerca de €100 milhões. O programa americano de biodiesel, mesmo que menos expressivo do que o da Comunidade Europeia, também tem recebido grande apoio. “No curto período 1992 a 1997 foram desenvolvidos cerca de 350 projetos de pesquisa sobre biodiesel nos Estados Unidos, em um impressionante conjunto de estudos sobre produção, comercialização, uso e suas implicações.” (NAE, 2004, p. 25). 48 Desse modo, de acordo com recomendações do NAE o apoio ao desenvolvimento tecnológico é fundamental para que se possa dar efetiva consistência a um programa de implementação de biodiesel no Brasil. É necessário reforçar a base de conhecimento existente e fomentar estudos básicos e o desenvolvimento tecnológico, para que se tenha “[...] o aperfeiçoamento dos processos de produção, incluindo os de produção alternativos, de craqueamento e catálise enzimática, bem como para promover pesquisas aplicadas na utilização deste biocombustível, em particular por meio do programa de testes mínimos.” (NAE, 2004, p. 79). Partindo do pressuposto apresentado pelo autor, considera-se relevante a identificação, mapeamento e estudo das rotas tecnológicas que vem sendo desenvolvidas e utilizadas na cadeia produtiva do biodiesel. O Brasil parece estar atento ao potencial da Ciência e da Tecnologia e os benefícios que podem trazer quando se pretende desenvolver um projeto ambicioso e complexo de inserção do biodiesel na matriz energética nacional. Em 2005 lança, sob coordenação do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), a Rede Brasileira de Tecnologia de Biodiesel (RBTB). Nota-se que há busca de envolvimento e articulação dos mais diversos atores do Sistema Nacional de Inovação nesse processo de desenvolvimento de CT&I e de P&D. Tais atividades já estão integradas à agenda de entidades públicas e privadas, ind...
View Full Document

{[ snackBarMessage ]}

Ask a homework question - tutors are online