35 30 30 30 30 24 23 25 24 22 19 20 19 16 15 14 10 10

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: Rede de colaboração científica em biodiesel entre organizações – Estados Unidos Os Estados Unidos (Figura 40) possuem a rede de organizações em biodiesel das mais complexas. O país possui números muito superiores de artigos e organizações quando comparado a outros países. Assim, a quantidade de nós (organizações) soma 162 e os laços entre elas são 186. O país possui um grande grafo altamente conectado, ocupando toda a direita da Figura 40, no entanto, com ligações relativamente fracas entre elas. Possui também, uma rede menor, mas altamente conectada e diversas redes com número de componentes menores, contendo, sobretudo, díades e tríades. A densidade global da rede de organizações dos Estados Unidos, ao contrário do que possa parecer a partir da visualização Figura 40, é uma das mais baixas, ou seja, de 1,43%. Da mesma forma, a centralidade da rede é bastante tímida (1,47%). Mesmo assim, existem vários grafos com alta densidade e alto nível de centralidade que podem ser observados na rede dos Estados Unidos. A rede que conta com a George Manson University é bastante densa e a centralidade dessa 194 universidade é a maior da rede de colaboração identificadas no país. Além de relações relativamente mais fracas, existem nesse grafo, intensas relações mútuas entre a George Manson University, U.S. Nav Research Lab, West Springfield High School (que são IEIPPs) e a GeoCenter Inc. (uma EIPP). Analisando-se a rede dos Estados Unidos sob o prisma das relações entre a C&T, constata-se que existem muitas organizações enquadradas em EIPPs, assim como em IEIPPs. Apesar dessa quantidade de artigos e de organizações, o país possui 18 (7%) de seus artigos publicados por EIPP(s). Trata-se de número expressivo, mas o país, nesse quesito, é apenas o quarto colocado. Quando se observa o número total de artigos publicados em colaboração pelo país, constata-se que em 33 deles (14%) ocorreu a colaboração entre EIPPs e IEIPPs. Certamente pode-se considerar o SNI dos Estados Unidos com níveis de excelência, mas, com base nessas informações, o país demonstrou não ser o principal com relações verticais entre a C&T no contexto da Produção Científica em biodiesel. Cereol France S.A. Cirad Ecole des Mines de Nantes IFP - Innovation, Énergie, Environnement (Institut Français de Petrol) PSA Peugeot Citroen Sofiproteol University Pierre and Marie CURIE Instituto Nacional de Tecnologia Agricultural University of Athens Université Claude Bernard Lyon 1 Centre national de la recherche scientifique Irish Refining PLC Instituto Militar de Engenharia University of Limerick Institut National des Sciences Appliquées de Lyon Universidade Federal da Bahia Università degli Studi di Firenze Queen's University Belfast University of New Orleans Irish Agriculture and Food Development Authority University at Buffalo Stazione Sperimentale Oli e Grassi Centre Technique Industriel des entreprises du secteur des Corps Gras Figura 41 – Rede de colaboração científica em biodiesel entre organizações – França A rede de colaboração científica em biodiesel da França (Figura 41) conta com 23 organizações (nós) e 17 ligações, não possuindo grande complexidade. Quando se calcula a densidade da rede composta pelas organizações na França, chega-se a porcentagem de 6,72%. A centralidade da rede é de 12,48%. Apesar de não serem medidas tão expressivas, constata-se que a França que po...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online