Anteriormente cada escritrio tinha seus prprios

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: cionalmente padronizadas, dispondo, até mesmo, de um sistema de classificação especialmente criado para gerenciar e agrupar as invenções, tornando-as mais facilmente recuperáveis. Em retribuição pelo 17 Conforme noticiado recentemente, o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) brasileiro passará a oferecer o serviço de registro de patentes no exterior. Jornal da Ciência (SBPC) de 22 de abril de 2009. Disponível em: <http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=62979 >. Acesso em: 18 jun. 2009. 105 privilégio do monopólio, o proprietário da invenção deve informar claramente os seus detalhes, que serão publicados em documento com suas informações bibliográficas. A parte bibliográfica do documento de patente inclui datas, nome e endereço do inventor, do titular da patente e de seu representante legal, assim como a identificação do país de procedência do documento e título da invenção. A informação técnica compreende uma descrição do estado da arte, incluindo informações prévias (antecedentes) da invenção, deixando claras as diferenças existentes entre a tecnologia anterior e o avanço trazido (incluindo descrição detalhada da invenção e de seu funcionamento), desenhos (quando necessário) e as reivindicações que definem o escopo da invenção e o que será protegido (como os problemas técnicos solucionados pela invenção). A patente é, em tese, a mais importante fonte primária de informação tecnológica, permitindo o conhecimento de inovações fundamentais para a indústria (MOURA, ROZADOS e CAREGNATO, 2006). Outra motivação para que o documento da patente seja utilizado como fonte de informação, seja para ciência, tecnologia ou atividades de gestão, reside no fato de que grande parte das informações nele contido são divulgadas exclusivamente neste meio. Nos documentos de patentes está a informação mais recente em relação ao estado da técnica de diversas áreas do desenvolvimento humano. A patente é não só uma proteção legal ou um bem econômico, mas uma fonte de informação tecnológica que pode e deve ser utilizada para solucionar problemas técnicos e na realização de pesquisas. A pesquisa em bancos de dados de patentes evita que esforços sejam despendidos no desenvolvimento de tecnologias já existentes. Além disso, o uso de informações de patentes permite identificar tecnologias emergentes ou alternativas, fornece embasamento para aplicações comerciais, indicando, por exemplo, melhores alternativas para compra de tecnologia, permitindo a verificação da disponibilidade da tecnologia no Brasil, evitando litígios e, permitindo, também, o monitoramento de tecnologias concorrentes. (OLIVEIRA et al, 2005). Esses são alguns dos motivos que torna esse documento comumente utilizado para a construção de indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação. Tais indicadores são capazes de fornecer subsídios para a formulação de 106 políticas e tomadas de decisão pelos mais diversos atores sociais: empresas, u...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online