Aos professores daisy pires noronha asa fujino e

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: ialmente os professores Asa Fujino, Nair Yumiko Kobashi, Dinah Apparecida de Mello Aguiar Población, Fernando Modesto da Silva e Anna Maria Marques Cintra, cujos ensinamentos extrapolaram os limites da sala de aula. Aos professores Daisy Pires Noronha, Asa Fujino e Raimundo Nonato Macedo dos Santos, que, ao participarem da qualificação de mestrado, acreditaram em meu potencial e lançaram novos desafios quando da indicação à mudança de Mestrado para Doutorado direto. À professora Nair Yumiko Kobashi e ao Professor Gilberto de Martino Jannuzzi (Professor Associado em Sistemas Energéticos/UNICAMP), pelas importantes contribuições oferecidas no momento da qualificação do Doutorado. Aos funcionários da UNESP, Campus de Sorocaba, em especial, a Lucimara, Janete, Marcos e Lucas, os quais participaram direta e indiretamente desta etapa da minha vida. À professora Maria do Carmo Morelli Damasceno Pavani, pela revisão da classificação dos domes das plantas (matérias-primas), bem como ao Professor Modesto Barreto, que intermediou o respectivo contato com a mesma, sendo ambos da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da UNESP, Campus de Jaboticabal. Ao professor Leonardo Fernandes Fraceto, da UNESP, Campus de Sorocaba, por ter auxiliado na classificação dos assuntos dos artigos científicos. A minha esposa Lilian, que esteve comigo ao longo desses anos, ouvindo repetidas vezes os mesmos procedimentos adotados e análises executadas, auxiliando-me efetivamente em muitos momentos. A Deus, que tem me acompanhado e me guiado os passos… Ninguém pode ser humilde por puro formalismo como se cumprisse mera obrigação burocrática. A humildade exprime, pelo contrário, uma das raras certezas de que estou certo: a de que ninguém é superior a ninguém. A falta de humildade, expressa na arrogância e na falsa superioridade de uma pessoa sobre a outra, de uma raça sobre a outra, de um gênero sobre o outro, de uma classe ou de uma cultura sobre a outra, é uma transgressão da vocação humana do ser mais. O que a humildade não pode exigir de mim é a minha submissão à arrogância e ao destempero de quem me desrespeita. O que a humildade exige de mim, quando não posso reagir à altura da afronta, é enfrentá-la com dignidade. A dignidade do meu silêncio e do meu olhar que transmitem o meu protesto possível. PAULO FREIRE (Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa, 1996, p.137) RESUMO MARICATO, João de Melo. Dinâmica das relações entre ciência e tecnologia: estudo bibliométrico e cientométrico de múltiplos indicadores de artigos e patentes em biodiesel. 2010. 378 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação)– Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes, São Paulo, 2010. Analisa as relações entre a Produção Científica (artigos) e Produção Tecnológica (patentes) em biodiesel, por meio de métodos e técnicas bibliométricas e cientométricas, investigando interações entre a Ciência e a Tecnologia (C&T). Objetivo: compreender a dinâmica das...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online