5800676

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: ma disciplina da área de conhecimento, como a economia ou a sociologia. Para além dessas, é fundamental integrar a visão e a experiência dos profissionais da informação retratadas pela bibliometria, cienciometria e informetria. (ROCHA e FERREIRA, 2004, p.62). Apesar dos importantes avanços alcançados pela OCDE no desenvolvimento de indicadores, observa-se uma tendência – de certa forma natural – de superficialidade das análises e metodologias propostas através dos manuais Frascati, de Oslo e o de Canberra. Nota-se que não há uma profundidade que permita a compreensão dos Sistemas de Inovação do ponto de vista local e regional, considerados de grande importância por autores como Cassiolato e Lastres (1999), que consideram os processos inovativos altamente localizados. Além do mais, as limitações dos manuais para sistemas de inovação imaturos e incompletos (como é o caso brasileiro), não permitem entender, a contento, suas particularidades. Diante disto, os Estudos Métricos da Informação 64 podem ser considerados importantes ferramentas complementares a esses manuais, oferecendo a possibilidade de se entender melhor os aspectos locais e peculiaridades de um sistema de CT&I. O interesse da comunidade acadêmica e dos formuladores de políticas públicas tem sido cada vez maior em assuntos relacionados à comunicação e Produção Científica e Produção Tecnológica. A avaliação da dinâmica da Produção Científica e Produção Tecnológica de pesquisadores, departamentos, instituições, empresas, países, etc., já faz parte do cotidiano dos mais diversos atores sociais, onde aspectos como produtividade, qualidade das pesquisas e a colaboração e cooperação em CT&I, passa a ser considerada no momento de se tomar decisões políticas nos sistemas de Ciência e Tecnologia. Nota-se que a construção, estruturação e análise de indicadores de CT&I na área energética também é de extrema importância. Neste sentido, Jannuzzi, Gomes e Andrade (2003), estudando o caso do CEPEL, identificaram lacunas de conhecimento apresentadas na instituição. Uma das lacunas citadas pelos pesquisadores refere-se justamente à necessidade de construção de indicadores para acompanhamento das atividades de P&D. Desse modo, sugerem a constituição de indicadores que possibilitem avaliar a evolução de itens de produtividade relacionados às tecnologias desenvolvidas na instituição. Segundo os pesquisadores, elementos importantes para compor esses indicadores, devem compreender os seguintes tópicos: número de patentes, publicações e relatórios técnicos, teses defendidas e orientadas, produtos e tecnologias transferidas para o setor produtivo ou para a sociedade. Segundo argumenta Velho (1997), foi na década de 1970 que diferentes países intensificaram o interesse em indicadores científicos. Anteriormente, logo após a Segunda Guerra, os países cientificamente avançados deixaram a cargo dos pesquisador...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online