Do mesmo modo os autores relacionados na publicao no

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: dera-se pertinente citar Santos (2003) que colabora para a visualização da importância da comunicação científica formal e para seu aspecto cíclico, ao afirmar que “[...] a atividade de publicação científica é uma eterna confrontação entre as reflexões intrínsecas do autor e os conhecimentos que ele adquiriu 89 pela leitura dos trabalhos originários de outros autores”. Pode-se afirmar, segundo o autor, que é como se existisse uma relação entre todos os trabalhos científicos publicados. Da mesma forma, Macias-Chapula (1998) considera a comunicação e a informação intrínsecas à prática da ciência, ocorrendo de modo cíclico, havendo um fluxo de informação constante que estimula a pesquisa: a cada ciclo de informação completado, há um reabastecimento de informações em uma interação infinita, gerando um ciclo renovado de descobertas científicas. Desse modo, esse ciclo informação-criação-informação pode ser visto como um espiral ascendente e perfeito, atingindo seu objetivo quando é comunicado e legitimado pelos pares dentro da mesma comunidade cientifica (MACIASCHAPULA, 1998). O sistema de avaliação pelos pares A legitimação pelos pares, ou seu termo correlato avaliação pelos pares, é um processo intimamente relacionado com a publicação e comunicação em ciência. Situação esta, notadamente diferente da avaliação das patentes, que normalmente é feita pelos concorrentes/oponentes. O processo de avaliação pelos pares é amplamente utilizado na avaliação de artigos submetidos a revistas especializadas e para a apresentação em eventos científicos, nas decisões sobre financiamento à pesquisa e em avaliações de mérito de pesquisadores e cientistas quando participam de seleções para cargos acadêmicos. Em suma, é a avaliação de um membro da academia por outro em semelhantes condições de conhecimento. Parte do princípio que somente um “igual” tem condições fazer julgamentos em assuntos de grande especialização científica. Meadows (1999) explicita de maneira clara essa dinâmica: O aspecto decisivo tanto para livros quanto para artigos de periódicos é a aceitabilidade do material submetido para publicação. No caso de publicações científicas, isso significa aceitabilidade pela comunidade científica pertinente. Por um lado, a publicação é um objetivo importante dos pesquisadores, especialmente, ainda que não exclusivamente, dos que pertencem ao mundo acadêmico. Afinal, isso está ligado ao sistema de recompensas, tanto materiais quanto imateriais. Por outro lado, a comunidade científica deve examinar detidamente as colaborações novas antes de aceitá-las como parte do pensamento do grupo (a norma do “ceticismo organizado”). Deve haver, portanto, alguma forma de controle de qualidade, aprovada pela comunidade, que possa ser aplicada ao material novo. (MEADOWS, 1999, p. 180). É a partir da comunicação formal realizada pelos cientistas, que se torna possível realizar uma série de estudos bibliométricos para a avaliação de 90 pesquisas. Algumas premissas relacionadas a aspectos da comunicação científica foram apontadas por Moed e Oppenhein apud Rousseau (1998, p. 149), em que, dentre outras, pode-se destacar: o progr...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online