Em outras palavras de maneira geral os pases com

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: o que não existe um núcleo de organizações que se destaque de maneira tão expressiva. Talvez possa ser considerada exceção as três primeiras organizações do ranking, mesmo assim, a soma da Produção Científica destas não chega a 10% de toda a produção das organizações estudadas. Não se pretende aqui, discutir e analisar os dados à luz da Lei de Lotka (1926), mas, diante da dispersão bastante expressiva, não se pode afirmar que existe uma elite de organizações que produzem expressivamente mais artigos em biodiesel. De qualquer forma, a máxima “poucos com muito e muitos com pouco” é, de certo modo, aplicável ao caso apresentado. Essa dispersão é exibida para apreciação no Gráfico 4. 337 N. de organizações 100 94 35 19 10 12 10 8 7 8 6 4 2 1 1 1 1 1 1 Gráfico 4 – Número de organizações versus o de artigos publicados em biodiesel Das 547 organizações que produziram artigos em biodiesel no período, 337 (aproximadamente 62%) publicaram somente 1 artigo, 129 organizações (24%) 133 publicaram entre 2 e 3 artigos, 64 organizações (12%), publicaram entre 4 e 9 artigos. Somente 17 organizações (que, somadas, chegam a, aproximadamente, 3%) publicaram um número igual ou maior a 10 artigos. A produção de artigos pelos tipos de organizações Quando se constrói indicadores de Produção Científica por tipo de organizações, em grande parte das vezes, se pretende investigar relações entre a Ciência e a Tecnologia. A identificação de empresas, indústrias, institutos de pesquisa e assemelhados atuando em atividades científicas, como é o caso da publicação de artigos científicos, pode auxiliar nas discussões sobre as relações entre esses dois tipos de organizações e, consequentemente, entre a C&T. Diversas pesquisas realizam este tipo de segmentação para investigar estas relações e inferir sobre as relações entre a C&T a partir da análise da Produção Científica. Um exemplo interessante é o estudo publicado por Sun, Negishi, Nishizawa, 2007, os quais segmentam as organizações em Universidades, Indústrias, Organizações Públicas, Estrangeiras e Outras, com intuito de investigar relações entre as mesmas em atividades de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) no Japão. Tais indicadores são denominados, na presente pesquisa, de indicadores de relações verticais entre C&T. Cabe reforçar que como estudo das relações verticais entre a Ciência e a Tecnologia entende-se a investigação das possíveis relações dentro de uma mesma tipologia documental. Neste caso, refere-se a artigos científicos publicados por pesquisadores de que atuam em áreas relacionadas ao biodiesel. As organizações produtoras de artigos com temas relacionados ao biodiesel foram categorizadas, conforme detalhadamente expresso nos procedimentos metodológicos, em: Instituições de Ensino e Institutos Públicos de Pesquisa (IEIPPs); ou, Empresas e Institutos Privados de Pesquisa (EIPPs). Quando não foi possível realizar a identificação do tipo de organização, utilizou-se a denominação “Não identificado”. Para efeitos de elaboração de ranking por organização,...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online