Em outros casos onde no se encontrou a pgina da

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: em ser consultados no ANEXO II. 22 b) Identificação do país de origem das organizações • Documentos de patentes A identificação do país de origem das organizações foi feita por meio da consulta à base de dados [email protected] da EPO. Buscou-se documento a documento pelo seu número de registro, que havia sido recuperado inicialmente na base DII. A escolha dessa base para coletar informações complementares à pesquisa, justifica-se pelo fato de, na maioria dos casos, os dados de origem – local e nome das organizações - estarem disponibilizados na tela inicial de identificação da patente. Esse tipo de detalhamento não está disponível na base DII. Desse modo, de maneira simplificada, foi possível a coleta dos dados sem a necessidade de abertura do documento de patente na íntegra para a extração desses. Mesmo com a facilidade de se encontrar informações de origem na página inicial do registro na base [email protected], em alguns casos, esses dados não foram disponibilizados, sendo necessária a abertura de documentos de patentes para identificá-los. Em outros casos, quando o documento não estava disponibilizado em texto integral (nas bases de dados DII e [email protected]), foram realizados levantamentos diretamente no site do escritório de patentes do país para confirmar a origem das organizações. Houve ocorrências de não disponibilização ou dificuldade de identificação com clareza dos nomes e/ou os países das organizações/detentores. Esse foi o caso de algumas patentes chinesas, em virtude de barreiras linguísticas. Desse modo, nesses casos, optou-se por utilizar o país de prioridade do documento da patente para enquadrá-las. Outros exemplos de países que não tinham todos ou parte dos documentos de patentes disponíveis nas bases de dados [email protected] e DII, ou houve dificuldades lingüísticas, foram México, Brasil, Hungria, Índia, Grã-Bretanha e Romênia. Nestes casos, foi necessária a adoção de algum dos procedimentos relatados (recuperação do documento original no escritório de origem para identificação ou utilização do país de prioridade). 5 [email protected] é a base de dados de patentes do Escritório Europeu de Patentes (European Patent Office) disponível em http://www.espacenet.com/. 23 Em determinados registros constatou-se que o nome de alguns proprietários descritos em assignee na base DII tinha semelhanças com os nomes dos inventores e/ou os nomes dos proprietários, ou seja, assemelhavam-se mais à “pessoa física” do que de uma denominação comercial ou organizacional. Nesses casos, optou-se por considerá-las como uma organização, pelo fato de existirem empresas em que os nomes de pessoas físicas figuram no nome da empresa. Houve, ainda, casos em que, num mesmo registro, observou-se a ocorrência de 2 organizações idênticas, excluindo-se, nesses, as repetições. A partir dessa análise exaustiva dos documentos, chegou-se a identificar casos em que a base de dados DII exibe o nome de empresas,...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online