Funaro e noronha 2006 p 218 219 a comunicao informal

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: dinâmica e a participação da C&T em escala internacional (através da comparação entre dois ou mais países), nacional (entre dois ou mais estados), local (entre instituições de uma mesma cidade ou região). Cada uma dessas categorias de análise, pode ser subdividida e aprofundada, surgindo novas variáveis e abordagens, por campo de atuação (linhas de pesquisa), por pesquisadores (formação, titulação), por colaboração (trabalhos em coautoria, sociabilidade entre os autores), assuntos, tipos documentais (periódicos, teses, dissertações, eventos, etc.), instituições (universidades, centros de pesquisa, empresas), departamentos, cursos, disciplinas, etc. Sem dúvida, existe uma riqueza de detalhes da produção do conhecimento que pode e merece ser descortinado. (NORONHA e MARICATO, 2008, p. 122). Os indicadores bibliométricos e cientométricos podem, em tese, ser construídos a partir de qualquer documento que contenha informação científica ou tecnológica. Certamente existem especificidades próprias na elaboração de indicadores em razão do documento objeto de estudo. No entanto, as especificidades estão mais ligadas aos objetivos que se pretende alcançar do que no tipo de documento e o conteúdo da informação e suas possibilidades de análise. Uma tese, uma dissertação, um livro, uma página da web, um artigo e uma patente possuem qualidades e razão de ser próprias, assim como, formas de interpretação. Mesmo assim, todos esses documentos são passíveis de serem analisados à luz dos métodos bibliométricos e disciplinas relacionadas. Uma visão rápida do Currículo Lattes (CNPQ, 2008) de um pesquisador possibilita a visualização da variedade das atividades possíveis de serem desempenhadas – mensuradas/analisadas – por um membro da comunidade 78 científica ou acadêmica. Mesmo assim, é importante salientar a preferência dada aos documentos de patentes (para a análise da Produção Tecnológica) e de periódicos (para análise da Produção Científica), que podem ser tratados por meio de métodos e técnicas bibliométricas. Nos casos em que se faz necessário o entendimento das relações e dinâmica entre Ciência e Tecnologia, notadamente, os indicadores bibliométricos e cientométricos se tornam fundamentais. Para Callon, Courtial e Penan (1995), um dos principais indicadores que apresentam esta relação, é baseado nas citações de artigos científicos nas patentes. O procedimento mais frequentemente utilizado para identificar as relações entre técnica e ciência é indicar as citações que as patentes fazem a artigos científicos. Diversos são os indicadores que procuram entender essa relação e, dentre eles, destacam-se o número de artigos citados por patente, as citações de patentes nos artigos científicos, a publicação de artigos científicos por inventores, o registro de patentes por pesquisadores, etc. Esse processo interativo da atividade de Ciência e Tecnologia pode ser investigado a partir de evidências bibliométricas empíricas, pois permitem traçar as contribuições mútuas entre a ciência e a tecnolo...
View Full Document

Ask a homework question - tutors are online