Ltd kansas state university loughborough university

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: evista de Ciência da Informação, v.6, n.4, ago. 2005. PÓVOA, L. M. C. Depósitos de patentes de universidades brasileiras (1979 - 2004). In: SEMINÁRIO SOBRE A ECONOMIA MINEIRA, 12. 2006, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: CEDEPLAR/UFMG, 2006. Disponível em: 322 <http://www.cedeplar.ufmg.br/seminarios/seminario_diamantina/2006/D06A006.pdf>. Acesso em 29. set. 2009. PRICE, D. S. A ciência desde a Babilônia. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: EdUSP, 1976. PÜTSCH, F. Analysis and modeling of science collaboration networks. ArXiv:condmat., v1, n. 6, may. 2003. ROCHA, E. M. P.; FERREIRA, M. A. T. Indicadores de ciência, tecnologia e inovação: mensuração dos sistemas de CT&I nos Estados brasileiros. Ciência da Informação, Brasília, v.33, n.3, p.61-68, 2004. RODRIGUES, R. A. et al. (Coord.) Relatório final do grupo de trabalho interministerial encarregado de apresentar estudos sobre a viabilidade de utilização de óleo vegetal (Biodiesel) como fonte alternativa de energia. Brasília, 2003. ROUSSEAU, R. Indicadores bibliométricos e econométricos para a avaliação de instituições científicas. Ciência da Informação, Brasília, v. 27, n. 2, p. 149-158, maio/ago. 1998. SANDSTRÖM, A.; PETTERSSON, I.; NILSSON, A. Knowledge production and knowledge flows in the Swedish biotechnology innovation system. Scientometrics, v. 48, n. 2, p.179-201. Disponível em: <http://www.springerlink.com/content/ w55430705q791328/>. Acesso em: 28 ago. 2010. SANTOS, R. N. M. Produção científica: por que medir? O que medir? Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v.1, n.1, p.22-38, jul./dez. 2003. SCHUMPETER, J. A. Teoria do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1982. SENGUPTA, I. N. Bibliometrics, informetrics, scientometrics and librametrics: an overview. Libri, v. 42, n. 2, p. 99-135, 1992. SHERWOOD, R. M. Propriedade intelectual e desenvolvimento econômico. São Paulo: EdUSP, 1992. SIMEÃO, E. Comunicação extensiva e informação em rede. Brasília: Universidade de Brasília, Departamento de Ciência da Informação e Documentação, 2006. SONN, J. W.; STORPER, M. The increasing importance of geographical proximity in technological innovation: an analysis of U.S. Patent citations, 1975-1997. In: CONFERENCE: WHAT DO WE KNOW ABOUT INNOVATION? IN HONOUR OF KEITH PAVITT, 2003, Sussex, Proceedings… Sussex, 2003. Disponível em: <HTTP://www2.lse.ac.uk/geographyAndEnvironment/whosWho/.../Sonn_Storper.pdf>. Acesso em: 25 jun. 2010. SPINAK, E. Diccionario enciclopédico de informetría. Caracas: UNESCO, 1996. bibliometría, cienciometría e 323 SPINAK, E. Indicadores cienciométricos de patentes: aplicaciones y limitaciones. Madrid: [s.n.], mar. 2003. Disponível em: <http://www.ricyt.edu.ar/interior/normalizacion/III_ bib/Spinak.pdf >. Acesso em: 15 Jan. 2008. SPINAK, E. Indicadores cienciométricos. Ciência da Informação, Brasília, v.27, n.2, p.141-148, maio/ago.1998. STREHL, L. O fator de impacto do ISI e a avaliação da produção científica: aspectos conceituais e metodológicos. Ciência da Informação, Brasília, v. 34, n. 1, 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid= S01001965...
View Full Document

Ask a homework question - tutors are online