O ndice de citao imediata immediacy index corresponde

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: particularidades e dinâmicas de publicação. Apesar da evolução da informática e da criação de repositórios e bases de dados para, praticamente, todo tipo de publicação científica, é inegável que os periódicos reúnem as melhores condições técnicas e, normalmente, de conteúdo 94 do que outros meios de comunicação. O artigo possui regras universais de apresentação, tanto no que se refere à apresentação do texto quanto de sua estrutura. Todo artigo possui, por exemplo, um título (do periódico e do próprio artigo), data de publicação, citações, dados do(s) autor(es) e respectiva filiação, resumo, palavras-chave, lista de referências, etc. A partir destas e de outras informações presentes em um periódico/artigo, é possível elaborar inúmeros tipos de estudos bibliométricos, com inúmeros objetivos e variáveis possíveis de serem analisadas. Por meio do nome da revista onde determinado artigo foi publicado é possível analisar, por exemplo, aspectos relacionados à rigidez da seleção dos textos a serem publicados. É possível entender mais sobre o grau de notoriedade de periódicos a partir de aspectos como o processo de arbitragem pelos pares, componentes do corpo editorial, etc. Saber sobre os tipos de trabalhos publicados na revista, nível de especialização e grau de abrangência dos domínios científicos. Estudar aspectos relacionados à língua dos artigos aceitos e publicados em determinado periódico. Outros pontos, mais relacionados ao conteúdo dos artigos, podem ser vislumbrados como o gênero do documento, que pode variar de um artigo científico original ou de revisão, de uma opinião livre, de editorial, resenhas e resumos, uma carta, etc. O título do artigo (que, normalmente, oferece elementos para a identificação do que será abordado no documento) e seu resumo (o qual fornece uma visão geral de todas as fases da pesquisa até o seu resultado e conclusões finais), possibilitam diversas análises, relacionadas, por exemplo, à contagem de palavras e estudos temáticos. Indicadores podem ser elaborados por meio da identificação do(s) autor(es), que por meio de análises de coautoria mostram atividades de colaboração científica, podendo ser analisada a filiação dos mesmos (artigos normalmente apresentam instituição e/ou país de vinculação do(s) autor(es)). Possuem, ainda, outros elementos como as citações e a respectiva lista de referências, utilizadas para diversas análises de citação, cocitação e criação de índices. Como dito anteriormente, os principais indicadores bibliométricos de periódicos científicos e respectivos artigos derivam principalmente da análise de citações (incluindo cocitação), coautoria e de produtividade. Cada uma dessas 95 técnicas de análise permite investigar aspectos específicos da Produção Científica nos mais diversos níveis (local, regional e internacional). Como qualquer método de análise e de avaliação, também possui vantagens e desvantagens que são brevemente apresentadas. Análise de produtividade científica A análise da produtividade em ciência é um tipo de indicador dos mais básicos existentes, pois consiste na contagem de publica...
View Full Document

Ask a homework question - tutors are online