Outro grafo que se destaca na rede de colaboraes na

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: nsulting, Inc Hooker Engineering and Consulting Korea Research Institute Of Chemical Technology Fraunhofer-Gesellschaft BioPlastic Polymers & Composites LLC Université Laval SARIA Bio-Industries GmbH & Co Michigan State University Anim Eye Spets San Jose Pyrovac Institute, Inc RWTH Aachen University Dalhousie University River Laboratories International, Inc Chrysalis Preclin Serv Stantec Laser S.r.l. Carnegie Mellon University BASF Università degli Studi di Napoli Federico II Center for Study of Science, Technology and Policy Max Planck Institut of Molecular Plant Physiology University of Nevada Figura 34 – Organizações e rede de relações de artigos de EIPPs Muitas outras relações poderiam ser destacadas, mas um dos casos interessantes é o da rede em que figura a empresa GeoCenter, Inc. Esta é a EIPP que possui os maiores números de artigos publicados em conjunto com outras organizações. Assim, percebe-se a existência de importantes relações entre essa e a George Manson University. Da mesma forma, nota-se relações estreitas entre a GeoCenter, Inc. e o U.S. Naval Research Lab. Redes de colaboração por país e organização A Tabela 11 apresenta a quantidade de artigos publicados em colaboração científica pelos 34 países e as suas diferentes organizações com respectivas tipologias (não apresentam os artigos que possuem colaboração entre membros de uma mesma organização). Considera-se, como tem sido feito ao longo de várias etapas do trabalho, ser coerente discutir mais a fundo apenas as atividades colaborativas dos países que mais possuem artigos publicados em biodiesel no período, ou seja, no mínimo 20 artigos. Isso abarca os 13 primeiros países do ranking de produtividade. 185 Dentre os países com considerável produtividade, os que se destacam por possuírem as maiores atividades colaborativas entre organizações são: Taiwan que conta com 65% dos seus artigos em colaboração com outras organizações, Japão e Itália (61%), Brasil (60%), Grã-Bretanha e Alemanha (55%). A partir de então, o número de colaboração entre organizações se reduz para índices menores do que 50%. É interessante observar que não existe relação direta entre níveis de produtividade dos países e o número de atividades colaborativas: grandes produtores de artigos científicos em biodiesel não figuram necessariamente entre os que possuem maiores índices de colaboração com outras organizações. Os casos da China e da Índia são os que mais se destacam nesse contexto. A China, que possui a segunda maior produtividade de artigos tem o menor índice de colaboração entre organizações (29%). A Índia, terceira do ranking de produtividade, possui 28% de seus artigos em colaboração entre organizações. Tabela 11 – Colaboração científica em biodiesel entre as organizações por países País Total Estados Unidos China Índia Brasil Japão Espanha Alemanha Canadá Grã-Bretanha Itália França Taiwan...
View Full Document

Ask a homework question - tutors are online