Total 27 44 65 87 84 206 96 3 612 33 19 13 8 8 4 4 3

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: 7 37 13 2 620 37 31 24 6 2 0 100 Explorando dados do ranking, também é possível visualizar tendências de produção de patentes pelos países e verificar, com maior precisão, o comportamento de cada um. O ranking da Tabela 15 representa o retrato da Produção Tecnológica em biodiesel pelos países. Com Produção Tecnológica mais substancial, encontram–se 208 os Estados Unidos, que possuem 23% de todas as patentes registradas no período. O segundo país maior produtor de patentes em biodiesel é a China, que conta com 18% de toda Produção Tecnológica do período. Com um número, ligeiramente, menor de patentes que a China, encontra-se a Alemanha, com 17% do total da produção global. Tabela 15 – Ranking e evolução do registro de patentes em biodiesel pelos países (2000-2007) País 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 Total % Estados Unidos 6 10 16 23 17 47 21 0 140 23 China 0 3 3 8 8 38 53 0 113 18 Alemanha 12 17 13 15 12 28 7 3 107 17 Japão 1 2 6 17 20 23 2 0 71 11 Brasil 0 2 1 6 8 16 2 0 35 6 França 1 1 3 3 5 11 0 0 24 4 Coreia do Sul 0 2 3 5 2 4 2 0 18 3 Índia 1 0 1 3 4 5 2 0 16 3 Austrália 0 1 3 0 0 5 2 0 11 2 Itália 0 1 2 0 2 4 2 0 11 2 Finlândia 1 0 2 0 0 6 1 0 10 2 Grã-Bretanha 1 0 2 3 0 4 0 0 10 2 Taiwan 0 1 1 2 2 2 0 0 8 1 Canadá 0 1 0 0 0 6 0 0 7 1 Áustria 1 1 2 2 0 0 0 0 6 1 Hungria 3 1 1 0 0 1 0 0 6 1 Espanha 0 0 3 0 0 1 1 0 5 1 Bélgica 0 0 1 2 0 0 0 0 3 0 África do Sul 0 1 0 0 1 0 0 0 2 0 Cingapura 0 0 0 0 0 1 1 0 2 0 Holanda 0 0 1 0 1 0 0 0 2 0 Irlanda 1 1 0 0 0 0 0 0 2 0 Israel 0 0 0 0 0 2 0 0 2 0 México 0 1 0 0 1 0 0 0 2 0 Nova Zelândia 0 0 0 0 0 2 0 0 2 0 Dinamarca 0 0 0 0 0 1 0 0 1 0 Eslováquia 0 0 0 0 0 1 0 0 1 0 República Tcheca 0 0 0 0 0 1 0 0 1 0 Romênia 0 0 1 0 0 0 0 0 1 0 Rússia 0 0 0 0 1 0 0 0 1 0 Total 28 46 65 89 84 209 96 3 620 100 Frente à existência de limitações no processo de construção de indicadores de patentes, especialmente àquelas ligadas ao tempo de análise, concessão e publicação da mesma, considera-se não haver dados substanciais para se afirmar que determinado país está muito a frente de outro. É possível verificar que existem países que se destacam, mas o ranking apresentado não pode ser levado à risca. Um fato interessante para ilustrar essa questão é que a China tornou-se a segunda do ranking somente a partir dos altos dados que o país demonstrou no ano de 2006. Note que nesse ano houve número, relativamente, baixo de patentes publicadas em âmbito global. Entretanto, o país teve 53 patentes registradas neste 209 ano, enquanto países que apresentam dados evolutivos substanciais ao longo da série histórica não apresentaram números tão elevados (dois exemplos são a Alemanha e o Japão). Apesar desta diferença apresentado pela China no ano de 2006, há que se considerar que o país vem se consolidando no desenvolvimento tecnológico como um todo. Quando se observa a evolução do pedido de patentes do país, em todas as áreas tecnológicas, obse...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online