Um desses casos a definio de cientometria apresentada

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: e de relações entre essas disciplinas, encontrando mais de 20 termos relacionados. Uma das conclusões do respectivo estudo é que os três termos (Bibliometria, Cientometria e Informetria) são relacionados e utilizados para descrever parte ou toda uma disciplina, sendo, porém, interessante o fato de cada um destes termos terem uma origem histórica particular e em geral bem documentada. Os termos e definições utilizadas por autores que atuam nesse campo do conhecimento comumente se repetem ou se sobrepõe em parte, mas não são necessariamente sinônimos. Finalmente, acredita-se que no conjunto de métodos e técnicas abrangidas pelos Estudos Métricos da Informação, a Bibliometria tem caráter central e integrador, podendo ser considerada a “disciplina mãe”, apresentando correlação interdisciplinar com as demais, que, por sua vez, possuem suas particularidades e aplicações próprias. A Informetria pode ser considerada como algo muito mais amplo, ou seja, abrange e vai além das abordagens propostas pela Cientometria, Patentometria, Bibliometria, Webmetria e Biblioteconometria. No entanto, todas estão intimamente ligadas, conforme salienta Macias-Chapula (1998), alegando 69 que todas se referem a medidas quantitativas, tendo como diferencial os objetos de estudo, suas variáveis, seus métodos e objetivos. Mesmo diante da nítida relação entre estes métodos quantitativos de análise da informação, percebe-se que cada um possui evolução histórica própria (sobretudo a Bibliometria e a Cientometria) e de aparente independência, mesmo assim, considera-se estreita a relação entre tais disciplinas. Considera-se que, em geral, não há diferenças significativas entre esses estudos, mas apenas uma preferência dos autores em usar um ou outro termo. Ou seja, um estudo bibliométrico poderia ser enquadrado em cientométrico, bem como, um estudo cientométrico poderia ser enquadrado como bibliométrico (ou até mesmo em informétrico). Bibliometria A mais clássica e consagrada destas técnicas (se é que pode ser considerada diferente) é a de Bibliometria, cuja área, de acordo com Araújo (2006), foi cunhada por Hulme em 1923, constituindo-se da aplicação de técnicas estatísticas e matemáticas, com o objetivo de descrever aspectos da literatura e de outros meios de comunicação. A Bibliometria foi inicialmente conhecida pelo termo bibliografia estatística. O termo Bibliometria foi cunhado por Otlet em 1934, na sua venerável e internacionalmente citada obra Traité de Documentation. A primeira definição do termo elaborada por Otlet foi a de uma parte da bibliografia que se ocupava da medida ou quantidade aplicada ao livro, procurando um perfil dos registros do conhecimento, servindo-se de um método quantificável. No entanto, o termo somente começa a ganhar popularidade em 1969, com a publicação do clássico artigo “Bibliografia estatística ou Bibliometria?” por Pritchard. A definição do termo Bibliometria por Pritchard em 1969 foi: “a aplicação de métodos matemáticos e estatístic...
View Full Document

Ask a homework question - tutors are online