Unidos gr bretanha alemanha alemanha china taiwan

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: a reside no fato de que as mesmas podem ser identificadas de modo relativamente simples e padronizadas de acordo com critérios internacionalmente aceitos. Considera-se, desse modo, que o uso dessa técnica seja mais profundamente estudada, especialmente no que diz respeito aos motivos filosóficos e contextuais da citação de matérias-primas em cada um dos documentos (artigos e patentes). A Hipótese 5: “A Produção Científica possui dinâmica colaborativa mais intensiva que a Produção Tecnológica, sendo possível verificar que os países e organizações colaboradoras na Produção Científica, também o são na Produção Tecnológica.” foi parcialmente aceita. Realmente a Produção Científica apresenta dinâmica colaborativa mais intensiva que a Produção Tecnológica, no entanto, os baixos quantitativos apresentados inviabilizam a análise das relações entre os comportamentos colaborativos entre países, organizações e suas tipologias (EIPPs e IEIPPs). As atividades colaborativas internacionais, em ambas as produções, são, bastante, fracas. No caso das atividades colaborativas entre organizações, a Produção Científica apresenta indicadores significativamente maiores que os 309 apresentados pela Produção Tecnológica. Diante do baixo índice geral de colaboração no âmbito da Produção Tecnológica, qualquer inferência, entre as atividades colaborativas internacionais ou entre organizações, seria questionável. Portanto, considera-se não ser possível estabelecer relações entre as atividades colaborativas a partir dos documentos de patentes e artigos em biodiesel. Assim, as análises isoladas das distintas produções ainda são alternativas indispensáveis para a compreensão das relações entre a C&T do ponto de vista colaborativo. Analisando-se as relações entre as revistas onde foram veiculados/publicados os artigos em biodiesel e as revistas científicas que foram citadas nas patentes em biodiesel (Gráfico 31), constata-se a existência de relações (coocorrência de títulos) de 14%, ou seja, ocorrem tanto nos periódicos onde foram publicados os artigos em biodiesel quanto nos periódicos identificados a partir dos artigos citados pelas patentes em biodiesel. Quando se investiga a correlação entre os rankings de periódicos citados nas patentes e utilizados para a veiculação de artigos verifica-se coeficiente de correlação entre médio e forte (0,569). Além desses dados, constata-se, nos casos em que existe coocorrência (Artigos/veiculação e Patentes/citação), quantitativos mais expressivos. Os títulos que coocorrem (14% do total de revistas) são responsáveis por 54% do total de ocorrências de revistas que foram utilizadas para a veiculação dos artigos e 54% ocorrências das citações concedidas pelas patentes às revistas (Gráfico 32). Entende-se que seja possível confirmar a existência de relações entre as revistas utilizadas para a veiculação dos artigos em biod...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online