Que diz respeito identificao de processos qumicos

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: es de Ensino Universidades e instituições de ensino e pesquisa (públicas, privadas e mistas); e Institutos Públicos Institutos e laboratórios públicos de pesquisa; Órgãos públicos em geral (municipal, de Pesquisa (IEIPPs) estadual, federal, internacional); Organizações militares de ensino e pesquisa, etc. Empresas e Institutos Empresas e indústrias (públicas, privadas e mistas); Organizações sem fins Privados de Pesquisa lucrativos (cooperativas, associações, organizações não governamentais); Institutos (EIPPs) e laboratórios privados de pesquisa, etc. 3.3.4 Matérias-primas As matérias-primas mencionadas nos documentos de patente e periódicos/artigos científicos em biodiesel foram identificadas por meio da leitura de determinadas partes da cada um desses documentos. No documento de patente a leitura foi realizada nos campos: título da invenção, estado da técnica, definição da invenção, campo de aplicação, exemplos práticos, modo de operação e, quando disponível, nos campos Technology Focus (Foco tecnológico) e Extension Abstract (Resumo adicional). No caso dos artigos, realizou-se a leitura nos campos título, resumo e palavras-chave. Buscando-se a padronização, para a adequada comparação das informações dessas matérias-primas entre os respectivos documentos, as mesmas foram classificadas, quando aplicável, segundo o nome científico da espécie vegetal e, na impossibilidade de identificação, utilizada sua respectiva família. 29 • A classificação das matérias-primas Como na maioria dos casos, os inventores das patentes apresentam apenas o nome popular da matéria-prima, optou-se em seguir o padrão: “Nome popular em inglês – Nome popular em português (Nome científico). Por exemplo: Sunflower - Girassol (Helianthus annus). A confirmação da consistência do nome científico deu-se, sempre que disponível, por meio da base de dados do International Names Plant Index (IPNI)6. Além desses cuidados, a classificação foi verificada por um professor da UNESP, do campus de Jaboticabal7. Além de matérias-primas de origem vegetal, foram identificadas: gorduras animais, insetos, resíduos diversos, etc. Existiram, ainda, casos em que nenhuma informação foi mencionada ou que a mesma não era aplicável. Nestes casos, criaram-se categorias para enquadrar os registros semelhantes, de modo a agrupá-los e padronizá-los. Alguns exemplos são descritos no Quadro 4. Quadro 4 – Termos identificados nas patentes e artigos ou descrição da ocorrência e suas respectivas formas padronizadas Termos identificados ou descrição da ocorrência Forma padronizada Frying oil; Yellow grease, etc. Resíduos/sobras de gordura animal e/ou vegetal (especialmente óleo de fritura) Quando não havia nenhuma menção de matéria-prima, apesar Matéria-prima não indicada de estar implícito que foi utilizada. Quando em determinado artigo o tema foi discutido de maneira Não aplicável histórica, política, cultural, etc., sem que houvesse relação ou menção a determinada matéria-prima Fish oil; salmon oil; sardine; fish fats, fish; fish waxes. Óleo de Peixe (arenque, salmão, sardinha, etc.) Quando foi utilizado insetos para a produç...
View Full Document

This document was uploaded on 01/24/2014.

Ask a homework question - tutors are online