Parecido mas no igual ao indicador utilizado pelo

Info iconThis preview shows page 1. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

Unformatted text preview: rno (buscam como referencia empresas que fazem a mesma coisa que a empresa). Os padrões externos são referenciais constituídos a partir do conjunto de empresas que sejam representativas das características que julgam relevantes para a construção do padrão. A busca da referência precisa tentar encontrar uma homogeneidade. Pode ser localização geográfica, por exemplo. É preciso ver o setor, ramo, sub-ramo, principalmente de empresas que atuam em diversas atividades. A controladora é a principal empresa, o consolidado é de todas as empresas que ela controla juntas. Comparação dos índices de uma empresa com outras. Utilização de medidas estatísticas (média, moda, mediana, quartis, decis, percentis). A média é sensível aos extremos, existem dispersões maiores ou menores. Estar muito acima da média quer dizer o que? Deve-se considerar a dispersão, distribuição probabilística, etc. Além disso, a média não necessariamente é boa. As empresas buscam ir além, estar acima da média. As empresas querem estar nos últimos quartis/decis. A referência para a empresa não é a média. A moda é o elemento que mais ocorre e a mediana, medida de tendência central. Dividir a mediana em partes, por exemplo, em decis, quartis, etc. A vantagem é a possibilidade de identificar quanto está o índice em relação ao setor inteiro. O primeiro decil é o valor que deixa 10% dos elementos do conjunto abaixo de si e 90% acima. Se existem 30 números, o primeiro decil vai ser calculado como a média entre o 3o e 4o elementos. Onde a empresa deve estar? No caso da liquidez, as vezes um número alto não é muito bom, pode haver ociosidade de recursos, como aplicações financeiras, caixa muito alto. A liquidez muito alta não significa necessariamente que é bom. A liquidez também depende da geração de caixa, ciclo de caixa. A visão única do indicador não é suficiente. A grande questão da empresa é onde ela precisa se encaixar. Discussão do Caso: The Case of the Unidentified Industries Aula 9 (20/03/2013) Análise Discriminante • • • • Ponderação dos índices Nota final para avaliação de risco da empresa (nota em função, probabilidade da empresa ficar insolvente) Desenvolvimento Amostra composta de empresas boas e de empresas insolventes A ideia da análise discriminante é ponderar os índices e chegar em uma nota da empresa. Existem vários índices e o peso de cada um deles depende muito do objetivo do usuário. O objetivo de quem está analisando as empresas pode não ser igual. Qual índice é mais relevante? ! 32! Como desenvolvem o modelo? Normalmente usam empresas boas e insolventes hoje. O processo é olhar para trás e ver se no passado conseguiriam prever que algumas empresas ficaria insolventes e alguma empresas ficariam boas? Tentar desenvolver uma função através da qual conseguiriam identificar previamente se as empresas estariam em uma faixa de insolvência ou solvência. A função tem variáveis e cada variável tem seu peso. Os índices são as variáveis. Z = a1X1 + a2X2 + ..... + anXn Cada índice possui um peso e Z é a variável dependente. O resultado obtido vai ser a função do produto de cada índice pelo preço. É usada para a previsão de falência, no qual é linear, e para a previsão de risco de projetos. Equação de Kanitz que usa os seguintes índices: ROE (LL/PL), Quanto a empresa está financiando com o capital de terceiros (AC+ARLP/Exigível Total), Liquidez Seca (AC-Estoques/PC), Liquidez corrente (AC/PC), Endividamento ou Alavancagem (Exigível Total/PL). Se o fator de insolvência for menor que -3, a empresa é insolvente. Se a empresa está entre -3 e 0, a empresa está em uma faixa indefinida e se estiver maior que zero, será a faixa de solvência. O professor José Pereira da Silva usou quatro modelos diferentes: • Empresas comerciais no próximo ano • Empresas industriais no próximo ano • Empresas comerciais nos próximos dois anos • Empresas industriais nos próximos dois anos Alguns dos índices utilizados por ele: Duplicata descontada (a empresa vai no banco e pega dinheiro do banco) em relação à duplicata a receber – mostra o quanto a empresa está financiando o ciclo operacional descontando duplicata. Isso é um fator importante, pois se a empresa está vendendo mais não quer dizer que a empresas esteja recebendo dinheiro na hora (mais duplicatas a receber), mas precisa continuar pagando suas contas. A relação é importante pois quanto mais duplicata descontada a empresa tem, o sinal amarelo é que está pegando dinheiro emprestado no curto prazo para financiar seu ciclo. Tomar empréstimo de longo e curto prazo tem diferença. Isso é um risco da empresa. O estoque em relação ao custo do produto vendido – o CPV mostra as saídas de estoque. Relaciona o estoque com o custo, giro e saída do estoque. Fornecedores em relação a vendas – quanto da venda está sendo comprada à prazo. Quanto a empresa tem de financiamento de fornecedor e...
View Full Document

Ask a homework question - tutors are online