{[ promptMessage ]}

Bookmark it

{[ promptMessage ]}

Técnicas de Redação

A afirmação da individualidade da singularidade de

Info iconThis preview shows pages 29–31. Sign up to view the full content.

View Full Document Right Arrow Icon
A afirmação da individualidade, da singularidade de cada pessoa, que deve ser respeitada em suas opções e ações, não significa que cada um deva viver isolado dos demais. A singularidade e a criatividade podem e devem ser preservadas em meio à coletividade. Compreender a ética como uma estética da existência não deve ser visto como uma atitude solitária, particular, mas, sim, como um empreendimento coletivo. Depende de nossas escolhas e de nossas ações o que faremos de nossas vidas e do mundo em que vivemos. Se pusermos o ser humano como valor fundamental, a ciência e a tecnologia podem nos permitir ações antes impossíveis. Com as redes de computadores, podemos hoje nos comunicar com qualquer parte do mundo de forma praticamente instantânea. Se tivermos terminais de computadores de fácil acesso a todos, teremos uma infinidade de informações disponíveis para todos, o que certamente revolucionará as possibilidades de educação. A democracia hoje está restrita a uma representatividade pelo voto: não há como garantir a participação direta de todos. As redes de computadores, por outro lado, permitem uma ação direta de toda a população, uma efetiva participação na tomada de decisões e também na sua implementação. A responsabilidade da decisão deixa de ser de umas poucas pessoas para ser, de fato, responsabilidade de todos. Isso parece ficção científica? Pois os meios tecnológicos para a sua realização já existem; falta o empenho de todos para que se efetive. Só podemos ser indivíduos singulares, senhores de nós mesmos, em uma sociedade aberta, em que a cidadania exista de fato como participação de todos, assim como só pode haver efetiva cidadania se os indivíduos forem livres, singulares e participativos na comunidade. O futuro está aberto. Se resolvermos tomar as rédeas de nossas vidas particulares e da vida pública em geral, se assumirmos com consciência e responsabilidade tanto nossas escolhas éticas quanto nossos atos políticos, estaremos nos constituindo como verdadeiros cidadãos. Silvio Gallo (org.). Ética e cidadania : Caminhos da filosofia. Campinas: Papirus, 2000, p. 108-10 (com adaptações). Considerando que as idéias apresentadas acima têm caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo, posicionando-se acerca do seguinte tema: É urgente que o ser humano seja considerado o principal valor da sociedade. 29
Background image of page 29

Info iconThis preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

View Full Document Right Arrow Icon
TEMA 2 A crise de valores no mundo contemporâneo Nos tempos modernos, experimentamos uma inversão de valores morais, que são o fundamento da ética. O desenvolvimento da ciência e da tecnologia foi tão grande, rápido e intenso que assumiu dimensões inimagináveis. Diante desse espantoso e vertiginoso desenvolvimento, o homem foi empalidecendo, perdendo sua posição central.
Background image of page 30
Image of page 31
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}