Tópicos sobre infiltração teoria e prática

Info icon This preview shows pages 586–587. Sign up to view the full content.

Tópicos sobre infiltração: teoria e prática aplicadas a solos tropicais 556 deslocou-se verticalmente por mais de 1 m. Nesse caso, o fenômeno foi de erosão interna, mas não de tubificação ( piping ), como geralmente ocorre nas voçorocas onde, pontualmente, parte do maciço se rompe na face por não suportar a energia de percolação, pressão e/ou força cisalhante de contato nos minerais. Cabe pontuar-se aqui a atuação de fluxos internos ascendentes ligados a fenômenos hi- drogeológicos que podem atuar, seja impedindo a infiltração, seja facilitando o processo de erosão de superfície e interna. Esse fenômeno não é raro na base de encostas e no pé de talu- des de voçoroca. Outro fenômeno que atua no processo de evolução das voçorocas é o relativo ao sola- pamento da base de ravinas e voçorocas, conforme mostrado por Santos (1997), ao estudar erosões em Goiânia, no Estado de Goiás. 7 O fenômeno da esqueletização e sua relação com a infiltração e evolução dos processos erosivos A esqueletização aqui tratada corresponde ao termo geomorfológico eluviação, que é a dissolução e/ou o carreamento de coloides gerados pelo processo de infiltração. O termo esqueletização foi usado por Roose (1977) apud Henensal (1986) no sentido de que a re- moção de compostos químicos dissolvidos e de coloides vai corroendo o corpo do maciço e transformando-o em um esqueleto. Não se estabelece aqui uma oposição ao uso do termo eluviação, aliás, tecnicamente talvez ele seja o mais apropriado, mas o termo esqueletização parece assumir linguagem mais direta para o engenheiro. Lima (2003), ao estudar maciços junto a ravinas e voçorocas do Distrito Federal, mos- trou que o fluxo tanto em meio saturado como em meio não saturado pode alterar a composi- ção físico-química do solo. Camapum de Carvalho et al. (2002) mostraram que a estabilidade da caulinita também pode ser alterada em casos semelhantes. Em resumo, a redução da infiltração em áreas rurais e urbanas favorece o surgimento de novas erosões devido ao maior volume do fluxo superficial laminar ou concentrado. Por outro lado, uma vez instalado o processo erosivo, o aumento da infiltração próxima às bordas das ravinas e voçorocas atua de maneira deletéria, por colaborar no processo de esqueletização e por aumentar as forças de percolação em direção à erosão. A Figura 5 ilustra, para a erosão Ceilândia 1 estudada por Lima (2003), as variações físico-químicas que ocorrem no maciço que circunda ravinas e voçorocas conduzindo à ocor- rência do fenômeno da esqueletização. O maciço esqueletizado tem por consequência o au- mento da sua capacidade de infiltração e potencializa a possibilidade de avanço da erosão por meio de rupturas de talude. O processo tem grande importância na análise de estabilidade de encostas e pode ser agravado pela infiltração de águas servidas e água poluída com insumos agrícolas. Ou seja, atribuir as rupturas de encosta ao simples efeito das precipitações dentro
Image of page 586

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Image of page 587
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern