A cidade de jangada faz parte dos municípios que

Info icon This preview shows pages 597–599. Sign up to view the full content.

A cidade de Jangada faz parte dos municípios que pertencem à Depressão Cuiabana. A região é uma planície cuja altitude média está por volta 140 m acima do nível médio do mar. À medida que se caminha para o leste, sul ou norte, encontram-se os limites naturais dessa planície numa distância que varia em torno de 150 km. Nas regiões limítrofes, a altitude pode passar dos 200 m. De um modo geral, a região é mal drenada devido à baixa permeabilidade do solo. Por outro lado, existe uma importante rede de drenagem superficial com córregos temporários escoando no período chuvoso. Ainda como consequência da baixa permeabili- dade e do relevo plano, na época das chuvas formam-se muitos alagamentos, constituindo-se as várzeas e as lagoas que são típicas do pantanal mato-grossense. As rochas do embasamento existentes nessa área são do Grupo Cuiabá e se constituem de rochas metamórficas, principalmente filitos, sericitos e meta-arenitos. Essas rochas exi- bem uma xistosidade forte, com ângulo de mergulho da ordem de 60º a 80º. Os filitos são rochas metamórficas cujo intemperismo é lento, o que gera materiais residuais jovens, os neossolos litóticos, que predominam na Baixada Cuiabana. A exposição desses materiais
Image of page 597

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Tópicos sobre infiltração: teoria e prática aplicadas a solos tropicais 568 jovens na superfície do terreno se deve ao fato de que a taxa de formação dos solos é menor que a taxa de erosão. A composição estratigráfica do terreno, no local considerado, mostra que existem quatro camadas distintas de solo. A primeira camada tem espessura de aproximadamente 40 cm e cor cinza. A segunda camada tem cerca de 1 m de espessura e cor avermelhada. A terceira camada tem a profundidade entre 1,40 m e 1,75m e cor rosácea. A quarta camada tem a profundidade entre 1,80 m e 1,85 m e cor creme. A quinta camada é um solo saprolítico. Nas camadas so- brejacentes não se pode afirmar que o solo seja residual, uma vez que há uma linha de seixos, típica de solos transportados. Além disso, a área se constitui em baixio topográfico que acu- mula água de outras regiões mais altas. Em que pese à pequena declividade da superfície na região, esses seixos parecem ter vindo de uma posição cerca de 2 km a montante. O fato de esses solos exibirem pH maiores que 7 induz a se pensar que são solos residuais jovens. Entretanto, a existência de uma linha de seixos que divide o solo saprolítico subjacente ao trecho erodido evidencia que tais solos são de fato transportados. A Figura 1 mostra uma foto do talude. Figura 1. Estratificação do solo, tal qual visualizada no local. Na Tabela 1, são exibidos os índices físicos do solo. As camadas 1 e 2 têm o índice de plasticidade (IP) de 8 e 10, respectivamente. A camada 3 tem o IP de 17. A camada 4 não exibe plasticidade, isto é, de um modo geral o solo é pouco plástico. Os solos da camada 1, 2 e 3 podem se classificar como ML e CL, respectivamente.
Image of page 598
Image of page 599
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern