utilizam a raz\u00e3o d\u00edvida e quity corrente Se a firma planeja mudar sua estrutura

Utilizam a razão dívida e quity corrente se a firma

This preview shows page 23 - 25 out of 57 pages.

” utilizam a razão dívida-e quity corrente. Se a firma planeja mudar sua estrutura de capital no futuro, o beta pode ser ajustado de forma a refletir tais mudanças. Finalmente, uma vez que não precisamos de um histórico de preços para a empresa em análise, os “ bottom-up ” betas podem ser estimados para empresas fechadas, divisões de negócios e empresas que se tornaram abertas recentemente. 3 - Betas Contábeis Este terceiro “approach” consiste em estimar os parâmetros de risco de mercado através de lucros contábeis (no lugar de preços de ações). Apesar de soar intuitivo, este método possui três falhas graves que tornam desnecessário o seu estudo em maiores detalhes: i) Lucros contábeis tendem a ser mais suaves com relação ao valor subjacente da empresa (a contabilidade “espalha” gastos e receitas ao longo de vários períodos). Deste modo, os betas ficam viesados para baixo para empresas mais arriscadas e
Image of page 23
Avaliação de Empresas 24 viesados para cima para empresas mais seguras; em outras palavras, obtém-se geralmente um beta próximo a 1; ii) Lucros contábeis são afetados por fatores não operacionais, tais como mudanças na depreciação ou métodos de custeio, por exemplo; iii) Finalmente, lucros contábeis são mensurados com periodicidade trimestral ou anual, resultando em regressões com poucas observações e um poder explicativo muito baixo (altos erros padrões e baixos R 2 ). Avaliação de Empresas Fechadas – Algumas Considerações Os princípios da avaliação permanecem os mesmos, mas os grandes problemas residem na estimação dos parâmetros, pois há pouca informação disponível. Por que empresas fechadas são diferentes? Empresas publicamente negociadas são governadas por um conjunto de padrões contábeis que permite a identificação precisa dos componentes que constituirão o FCFF e o FCFE, por exemplo, enquanto as empresas fechadas normalmente operam sob padrões contábeis de menor qualidade. Normalmente existem poucos dados históricos com relação à performance de empresas privadas, bem como é ainda comum que os dados não sejam separados por ramo de atividade. A impossibilidade de liquidar uma posição em uma empresa privada (uma vez que ela não possui ações negociadas) gera um prêmio de risco adicional devido à falta de liquidez. Os problemas de Agência (ou conflitos de interesse) são geralmente maiores em empresas fechadas: o proprietário da empresa tende a estar mais intimamente envolvido com a administração do negócio de forma que não há a separação clara entre propriedade e administração que existe em empresas abertas. Isso é um tema de grande debate da literatura atual em Finanças Corporativas. Para cálculo do custo do capital em empresas fechadas, o mais natural e recomendável é o cálculo de um beta “ bottom-up ”. Novamente, temos as mesmas vantagens existentes para firmas abertas: baixo erro padrão das estimativas (pelo fato de usar uma média de empresas comparáveis) e a possibilidade de ajuste devido a mudanças no “mix” de negócios da empresa. Relembrando: ( ) ± ² ³ ´ µ - + = E D t U L 1 1 β β ; U β
Image of page 24
Image of page 25

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture