Para o vo lume de água excedente quando tecnicamente

Info icon This preview shows pages 45–46. Sign up to view the full content.

algumas de suas atividades e mesmo para consumo quando devidamente tratada. Para o vo- lume de água excedente, quando tecnicamente viável, deve-se, nesses casos, buscar implantar sistemas de infiltração compensatórios. A questão econômica deve ser analisada levando- -se em conta o passivo ambiental oriundo da não implantação dos sistemas compensatórios. Como geralmente o meio urbano é, ou deveria ser, dotado de sistemas de drenagem de águas pluviais públicos, pois sempre existirá um excedente a ser drenado, a tendência é que a po- pulação dele se sirva sem recorrer aos sistemas compensatórios. Com isso, a regulação da implantação de sistemas compensatórios de infiltração deve ser de competência da admi- nistração pública, que deve agir informando, educando, estabelecendo normas e dando-lhes efetividade, de modo a viabilizar o seu uso quando recomendado. Ainda exemplificando, a implantação de estacionamentos e vias de circulação, como calçadas, ruas e avenidas, pode ser concebida como autonoma, como ilustrado no capítulo 30, ela própria propiciando a completa infiltração das águas pluviais, sem a necessidade de sistemas compensatórios adicionais. Quando estes se fizerem necessários, como no caso das edificações, poderão ser utilizados os sistemas de drenagem compensatórios apresentados nos capítulos 17, 18 e 19 deste livro, que tratam, respectivamente, de colchões drenantes, trincheiras e poços. Cabe destacar que, assim como a impermeabilização da superfície do solo é susceptível de gerar problemas socioambientais, os sistemas de drenagem compensatórios podem tam- bém, se mal concebidos, gerarem graves problemas ambientais, como subsidências e erosões internas. Embora constitua tema que merece ser melhor estudado, a implantação de obras subter- râneas como túneis e subsolos impactam a condição de infiltração das águas pluviais e podem afetar as próprias obras de engenharia ao intervirem na trajetória natural e capacidade de fluxo do maciço. Esse tema merece evidentemente análise mais ampla, levando-se em conta a geologia estrutural e a hidrogeologia. Contudo, não é difícil perceber que, com a intervenção da obra subterrânea no fluxo do lençol freático, quando for este o caso, a umidade do maciço será ampliada e, por conseguinte, a sucção atuante no solo reduzida, alterando, assim, a taxa de infiltração. Outro aspecto relevante é que a redução da sucção aliada a eventuais alterações das tensões efetivas poderão afetar a capacidade de suporte do solo, gerando problemas que fogem ao escopo deste capítulo. Até aqui, basicamente, mostrou-se, com poucas exceções, a importância de se manter a infiltração natural ou se promoverem infiltrações compensatórias de modo a manter o equi- líbrio ambiental e propiciar o desenvolvimento sustentável. No entanto, é preciso que a en- genharia mantenha o olhar vigilante quanto aos riscos que oferece a infiltração em certos solos e em certas situações geomorfológicas. Alguns solos, como os solos tropicais colapsíveis, são geralmente muito sensíveis a variações de umidade que extrapolem os limites naturais.
Image of page 45

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Image of page 46
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern