Degradação do solo erosão no entorno da base da

Info icon This preview shows pages 483–484. Sign up to view the full content.

Figura 10. Degradação do solo, erosão no entorno da base da fundação. O solo é ácido (pH < 7). A saturação por bases é baixa até a profundidade de 4,10 m; a partir dessa profundidade até 6,50 m, passa a ser alta. Quanto à retenção por cátions, à satu- ração por alumínio e ao grau de saturação por bases, verifica-se que de 0,0 a 4,50 m o solo é acríco, passando a eutrófico de 4,50 a 6,50 m. A condutividade elétrica é alta e superior a 27 µS. Com base na capacidade de troca catiônica, a argila é de baixa atividade, confirmando os critérios de Skempton (1953) e de Van der Merwe (1964). A dispersividade da fração argila foi analisada pelos seguintes métodos: Comparativo de granulometria e Análise química. Os resultados são apresentados na Tabela 2. No ensaio Comparativo de granulometria, há uma redução da fração de argila do solo quando não se usa defloculante, indicando que o solo encontra-se naturalmente com sua estrutura floculada. A porcentagem de dispersão do solo entre as profundidades de 0,60 a 1,00 m, 3,00 a 4,10 m e 6,30 e 6,50 m ficou compreendida entre 20% e 50%, indicando que o solo é moderadamente dispersivo, correspondendo a 33% dos resultados; nas demais profundidades, o solo é não dis- persivo. A partir dos resultados dos ensaios químicos, obteve-se a relação entre o total de sais no extrato de saturação e a porcentagem total de sódio. Nota-se que a maioria dos resultados (80%) encontrava-se na Zona 1, indicando tratar-se de argilas altamente dispersivas, e 20% dos resultados encontram-se nas Zonas 3 e 4 de argilas pouco dispersivas e não dispersivas (Figura 11), considerando o critério de classificação de Sherard (1972). As argilas dispersivas possuem preponderância de cátions de sódio dissolvidos na água intersticial, enquanto as argilas resistentes à dispersão possuem comumente cátions de cálcio e magnésio. As argilas dispersivas erodem facilmente na presença de água, quando a força re- pulsiva (superfície elétrica), atuante entre as partículas de argila, excede a força de atração (Van der Walls). Assim, essas partículas são progressivamente separadas da massa, ficando em uma suspensão coloidal. Quanto menor o teor de sódio e maior a quantidade de sais existentes na água livre do solo, menor será a susceptibilidade à dispersão da amostra de solo considerada (SHERARD, 1972). Por outro lado, se a quantidade de sais dissolvidos na água livre do solo for alta, poderá predominar a ação dos cátions cálcio, magnésio e potássio que tendem a flocular as partículas de argila. Assim, a determinação dos sais dissolvidos na água livre é importante na análise da dispersividade. Dos dois métodos de identificação de argilas dispersivas utilizados, que toma por base os resultados dos ensaios comparativos de granulometria e químico, o que melhor identificou a suscetibilidade da argila de dispersar em água foi o que se baseia nos resultados do proposto por Sherard (1972), que permite quantificar o total de sais dissolvidos na solução e a porcen- tagem de sódio na solução.
Image of page 483

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

Image of page 484
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern