A influ\u00eancia da sociedade e da comunidade \u00e9 demonstrada na pr\u00f3xima camada Essas

A influência da sociedade e da comunidade é

This preview shows page 8 - 10 out of 139 pages.

A influência da sociedade e da comunidade é demonstrada na próxima camada. Essas inte- rações sociais e pressões ocultas influenciam o comportamento pessoal da camada abaixo, para melhor ou pior. No próximo nível, encontramos fatores relacionados a condições de vida e de trabalho, disponibilidade de alimentos e acesso a ambientes e serviços essenciais. O último dos níveis inclui as condições econômicas, culturais e ambientais prevalecentes na sociedade como um todo. Essas condições, como o estado econômico e as condições do mercado de trabalho do país, influenciam todas as outras camadas (CSDH, 2005). B - Modelo biopsicossocial O modelo biopsicossocial permite que a doença seja vista como um resultado da interação de mecanismos celulares, teciduais, organísmicos, interpessoais e ambientais. Assim, o estudo de qualquer doença deve incluir o indivíduo, seu corpo e seu ambiente circundante como com- ponentes essenciais de um sistema total (único ou particular). Essa teoria foi formulada por En- gel (1977-1982) e considera que os fatores psicossociais possam operar para facilitar, manter ou modificar o curso da doença, embora o seu peso relativo possa variar de doença para doença, de um indivíduo para outro e até mesmo entre 2 episódios diferentes da mesma doença no mesmo indivíduo (FAVA; SININO, 2010). De Marco (2005) explica que esse modelo proporciona uma visão integral do ser e do adoecer que compreende as dimensões físicas, psicológicas e sociais. Incorporada ao modelo de formação do médico, coloca a necessidade de que o profissional, além do aprendizado e da evolução das habilida- des técnico-instrumentais, evolua também as capacidades relacionais, que permitem o estabeleci- mento de um vínculo adequado e uma comunicação efetiva. Medidas de frequência de morbidade e mortalidade como indicadores de saúde 2 Medidas de frequência de morbidade e mortalidade como indicadores de saúde Para pensar: Tomada de decisão em saúde individual ou coletiva deverá ser realizada a partir de uma avaliação que norteará o médico ou gestor de saúde em sua jornada. A Epidemiologia, no contexto das ciências aplicadas à coletividade, serve como uma ferramenta. A produção de indicadores de saúde deve expressar a saúde dos grupos ou das populações; assim, para quantificar a saúde, afere-se seu complemento, ou seja, a frequência de doença ou óbitos. Conheça, nes- te capítulo, os conceitos e procedimentos relacionados com os indicadores de saúde em Epidemiologia. 1. Epidemiologia e indicadores Agora que os conceitos tanto de doença quanto de saúde foram apresentados, pode-se partir para a contagem dos indivíduos doentes, assim como de outros desfechos (morte, por exemplo).
Image of page 8
408 REVALIDA SIC Resumão A contagem desses indivíduos servirá de parâmetro para a mensuração da saúde de determinado local (bairro, município, estado, país), ou seja, servirá como um indicador de saúde.
Image of page 9
Image of page 10

You've reached the end of your free preview.

Want to read all 139 pages?

  • Spring '19
  • Médico, saúde pública, Patología, Organização Mundial da Saúde, Terapia ocupacional, Doença

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

Stuck? We have tutors online 24/7 who can help you get unstuck.
A+ icon
Ask Expert Tutors You can ask You can ask You can ask (will expire )
Answers in as fast as 15 minutes