Destaca se finalmente que as variações das taxas de

Info icon This preview shows pages 104–106. Sign up to view the full content.

Destaca-se, finalmente, que as variações das taxas de infiltração ao longo dos perfis e entre diferentes épocas do ano refletem a influência da sazonalidade na variação da umidade e da sucção na zona ativa do perfil. É evidente que as variações de umidade e sucção e, portanto, da capacidade de infiltração do solo depende de fatores como cobertura do solo, morfologia do terreno e tipo de solo. 4 Considerações finais Os perfis estudados situam-se em áreas de baixas declividades, inferiores a 8%, o que reflete uma tendência preferencial à infiltração, principalmente o Poço 7.1, que se situa nas Superfícies Aplainadas dos Chapadões de Goiânia, conforme Casseti (1992). Por outro lado, características geotécnicas dos perfis quanto ao teor de agregação, entre 37 e 74%, índice de vazios entre 0,9 e 2,7 e grau de saturação, nos períodos úmidos (janeiro e abril), entre 40 e 60% e, nos períodos mais secos (julho, agosto e setembro), entre 9 e 15%, podem justificar o comportamento da infiltração para os respectivos perfis, quando se observam as elevadas taxas de infiltração. A variação sazonal da saturação do solo associada ao elevado índice de vazios dos perfis de solos estudados permite afirmar que, após períodos de estiagem prolongados, a presença de fase ar contínua pode, quando ocorre a infiltração em consequência de precipitações, pro- vocar o surgimento de poropressões positivas na fase ar, em consequência da frente de satu- ração, impedindo, assim, a sua continuidade. Essas condições fazem com que o processo de infiltração, nos meses secos, mesmo com ocorrência de eventos pluviométricos de intensida-
Image of page 104

Info icon This preview has intentionally blurred sections. Sign up to view the full version.

A influência do clima na infiltrabilidade do solo 71 de elevada, mas condicionados a curtos espaços de tempo, seja menos expressivo, provocando aumento do escoamento superficial. O estudo mostrou que, para as áreas estudadas, a influência da sazonalidade na taxa de infiltração se dá principalmente no primeiro metro de perfil de intemperismo. Mostrou ainda não ser possível colocar em evidência a influência da origem do solo quanto a geologia nos mantos de intemperismos estudados, sobressaindo-se, assim, a mesma constatação feita por Cardoso (1995) ao estudar a colapsibilidade de solos profundamente intemperizados do Distrito Federal. Referências bibliográficas ARMANI, G. (2009). Análise topo e microclimática tridimensional em uma microbacia hi- drográfica de clima tropical úmido de altitude. São Paulo: USP. 149 p. Tese (Doutorado em Geografia Física), Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP. AYOADE, J. O. (1991). Introdução à climatologia para os trópicos. 3. ed., Rio de Janeiro: Bertrand do Brasil. 332 p. AZEVEDO, P. V.; RAMOS LEITãO, M. M. V. B; SOUSA, I. F.; MACIEL, G. F. (1990). Balanço de radiação sobre culturas irrigadas no semi-árido do nordeste do Brasil. Revista de Meteo- rologia, v.5, n. 1, p. 403-410.
Image of page 105
Image of page 106
This is the end of the preview. Sign up to access the rest of the document.

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern