A figura 12 ilustra o perfil característico do solo

This preview shows page 9 - 10 out of 19 pages.

A Figura 12 ilustra o perfil característico do solo na região de instalação do poço experimental de infiltração de águas pluviais. (b) Monitoramento do nível do lençol freático O conhecimento do nível do lençol freático é importante para prevenir a contaminação da água subterrânea e para que se possa determinar a profundidade máxima do sistema de infiltração. Dessa forma, executou-se na área de estudo uma perfuração de 10,0 m de profundidade, que foi revestida com um tubo de PVC perfurado, por onde era possível monitorar a variação do nível do lençol freático. Durante todo o período de avaliação de desempenho do poço de infiltração de água pluvial instalado no LSP-EEC-UFG, monitorou-se o nível do lençol freático local. A profundidade de água do lençol freático foi verificada por meio de uma haste de polietileno de cor preta, introduzida até o fundo do poço de monitoramento do lençol freático. Ao retirar a haste, media-se o comprimento da superfície molhada e descontava- se o valor da profundidade total do poço. A Figura 13 mostra os níveis do lençol freático monitorados durante o período de estudo do sistema de infiltração. Com a análise dos registros dos níveis de lençol freático, verificou-se que a distância mínima de afastamento do fundo do poço de infiltração de água pluvial ao nível do lençol freático monitorado foi de 6,50 m. Devido a esse grande afastamento, pode-se afirmar que o lençol freático não exerce influência sobre a capacidade de infiltração do sistema de drenagem e, também, não propicia risco de contaminação da água subterrânea devido ao possível arraste de carga poluidora infiltrada juntamente com a água pluvial. (c) Ensaio de permeabilidade Para a avaliação do desempenho de infiltração do poço de infiltração estudado foram realizados ensaios de permeabilidade utilizando as metodologias e orientações para a execução de ensaios de permeabilidade em campo publicado no Boletim 04 de junho de 1996 da Associação Brasileira de Geologia de Engenharia (ABGE). Essa metodologia foi adotada por se considerar mais adequada às dimensões e à tipologia do sistema estudado do que a metodologia adotada pela NBR 7229 (ABNT, 1993). Os ensaios de permeabilidade foram realizados no poço de infiltração experimental e em um poço escavado a trado sem revestimento (poço de comparação), executado a pouco mais de 1,0 m de distância do poço de infiltração (Figuras 14 e 15). Apesar de diâmetros diferentes, ambos os poços foram escavados com a mesma profundidade, tentando aplicar a mesma carga hidráulica durante os ensaios de infiltração. A proximidade entre os poços deve-se à tentativa de que eles fossem instalados sobre o mesmo tipo de solo. Por meio dos ensaios realizados traçaram-se os perfis referentes aos coeficientes de permeabilidade (k) e às taxas de infiltração (I) de cada unidade ensaiada. A comparação entre os resultados médios desses perfis possibilitou a avaliação de desempenho de infiltração de cada poço e a
Image of page 9

Subscribe to view the full document.

Image of page 10
  • Spring '16
  • São Paulo, Meio Ambiente, REDE DE DRENAGEM, Chuva, Lençol freático, Inundação

{[ snackBarMessage ]}

What students are saying

  • Left Quote Icon

    As a current student on this bumpy collegiate pathway, I stumbled upon Course Hero, where I can find study resources for nearly all my courses, get online help from tutors 24/7, and even share my old projects, papers, and lecture notes with other students.

    Student Picture

    Kiran Temple University Fox School of Business ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    I cannot even describe how much Course Hero helped me this summer. It’s truly become something I can always rely on and help me. In the end, I was not only able to survive summer classes, but I was able to thrive thanks to Course Hero.

    Student Picture

    Dana University of Pennsylvania ‘17, Course Hero Intern

  • Left Quote Icon

    The ability to access any university’s resources through Course Hero proved invaluable in my case. I was behind on Tulane coursework and actually used UCLA’s materials to help me move forward and get everything together on time.

    Student Picture

    Jill Tulane University ‘16, Course Hero Intern