Minha cabeça estava a mil desde o início tive a

This preview shows page 76 - 78 out of 160 pages.

Minha cabeça estava a mil. Desde o início, tive a sensação de que o jeito do sr. Coleman se parecia mais com o de um personagem de P. G. Wodehouse do que com o de um jovem de carne e osso. Será que durante todo o tempo ele estivera encenando um papel? Poirot escrevia numa caderneta. – Vamos em frente com organização e método – continuou. – Na primeira alternativa, temos dois nomes: padre Lavigny e sr. Mercado. Na segunda, temos Coleman, Emmott e Reiter. “Agora vamos estudar o outro lado da questão: meios e oportunidade. Quem entre os membros da expedição dispôs de meios e oportunidade de cometer o crime? Com Carey na escavação, Coleman em Hassanieh e o senhor no terraço, restam o padre Lavigny, o sr. Mercado, a sra. Mercado, David Emmott, Carl Reiter, a srta. Johnson e a enfermeira Leatheran.” – Ahn?! – exclamei, saltando da cadeira. O sr. Poirot fitou-me com um brilho divertido nos olhos. – Sim, receio, ma soeur , que tenha que ser incluída. Com o pátio vazio, teria sido muito fácil sair do quarto e matar a sra. Leidner. Tem músculos fortes, e a vítima não suspeitaria de nada até o golpe ser desferido. De tão perturbada, não fui capaz de emitir uma palavra sequer. O dr. Reilly, observei, parecia entreter-se bastante. – O caso inusitado da enfermeira que matava um a um os pacientes – murmurou ele. Então era essa impressão que ele tinha de mim! O raciocínio do dr. Leidner tomara outro rumo. – Emmott não, monsieur Poirot – objetou. – Não pode incluí-lo. Estava comigo no terraço, lembre-se, durante aqueles dez minutos. – Apesar disso, não podemos descartá-lo. Pode ter descido, se encaminhado direto ao quarto da sra. Leidner, a matado e então chamado o menino de volta ao trabalho. Ou pode ter cometido o crime numa das ocasiões em que ele mandou o menino subir ao terraço. O dr. Leidner meneou a cabeça, murmurando:
Image of page 76
– Que pesadelo! É tudo tão... bizarro. Para minha surpresa, Poirot concordou. – Sim, é verdade. É um crime bizarro . É raro se deparar com crimes assim. Em geral, assassinatos são muito sórdidos... mas muito simples. Este, no entanto, é diferente... Suspeito, dr. Leidner, de que sua esposa era uma dama incomum. Acertou tão em cheio que eu tive um sobressalto. – Isso é verdade, enfermeira? – perguntou ele. O dr. Leidner disse serenamente: – Conte a ele como era Louise, enfermeira. Você não tem preconceitos. Falei com toda a franqueza. – Uma pessoa fascinante – contei. – Era impossível deixar de admirá-la e querer fazer as coisas por ela. Nunca encontrei alguém como ela antes. – Obrigado – disse o dr. Leidner, abrindo um sorriso para mim. – Esse é um testemunho valioso vindo de alguém de fora – disse Poirot com polidez. – Bem, vamos continuar. Sob a chancela de meios e oportunidade temos sete nomes: enfermeira Leatheran, srta. Johnson, sra. Mercado, sr. Mercado, sr. Reiter, sr. Emmott e padre Lavigny.
Image of page 77
Image of page 78

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture

  • Left Quote Icon

    Student Picture